No segundo torneio da dupla, Juliana/Taiana leva o título

Publicado em: 21/02/2016 14:49

Em casa. Assim que Juliana se sente quando chega em Natal (RN). E foi assim, como quem conhece cada canto da arena e os segredos do vento forte que sopra na capital potiguar, que a atleta, com tantos títulos na carreira, conquistou mais um: o da sétima etapa Open do Circuito Brasileiro 2015/2016. Neste domingo (21.02), ao lado de Taiana, ela contou com grande apoio das arquibancadas para vencer Rebecca/Neide (CE/AL) de virada por 2 sets a 1 (19/21, 21/15 e 15/10).

A briga pelo terceiro lugar terminou com a vitória de Maria Elisa/Lili (PE/ES) sobre Duda/Elize Maia (SE/ES) por 2 sets a 1 (21/18, 17/21 e 15/11).

Juliana viveu por 13 anos em Natal e a identificação com o ambiente e o público local ficou óbvia quando a bloqueadora chegou para a disputa final enrolada na bandeira do Rio Grande do Norte. Com a torcida ao lado, ela e Taiana chegaram ao primeiro título parceria recém-formada logo no segundo torneio que disputaram.

“Jogar em Natal é sempre especial. A primeira vez foi em 2005 e eu fui campeã, depois voltei em 2014 e fui vice. A galera aqui vibrou muito em todos os jogos que fiz, mesmo quando era o último do dia eles ficaram até o final, foi lindo. Quem viu aqui, viu um grande jogo, foi muito bacana e só dá gás para o nosso futuro”, contou Juliana.

Já Taiana confessou o alívio de, desta vez, contar com a torcida a favor em Natal, já que na outra vez que as duas estiveram na final na capital potiguar, eram adversárias.

“A energia aqui é muito boa. Esse ano tive a torcida a meu favor, da outra vez joguei contra a Juliana e tive que enfrentar a pressão. Estou muito feliz. Contente com tudo que estamos fazendo, ainda temos muito o que melhorar como time, mas estamos no caminho certo e este resultado nos motiva ainda mais”, avaliou Taiana.

A liderança do torneio feminino - até o início da etapa de Natal - é de Larissa/Talita (PA/AL), que soma 2.320 pontos. Na sequência estão Duda/Elize Maia(SE/ES), com 1.160 pontos.

O jogo

Mesmo com a maioria da torcida apoiando Juliana, Neide e Rebecca não se intimidaram e conseguiram abrir vantagem. Com um bloquei de Neide o placar estava 13/10 para a alagoana e a cearense. A parceria administrou as viradas de bola e fechou a parcial em 21/19.

O segundo set começou com Juliana e Taiana melhores, mas sem conseguirem abrir larga vantagem, 10/11 na parada técnica. Embaladas pelo apoio das arquibancadas Taiana e juliana cresceram em volume defensivo e na eficiência dos contra-ataques para fazer 15/21.

No set decisivo Neide e Rebecca tiveram dificuldades em colocar a bola no chão. Juliana e Taiana conseguiram abrir 5/9 depois que Rebecca não passou da rede. A sequência do tie break não foi diferente a a dupla representante do Ceará fechou em 15/

Cada dupla campeã de uma etapa do Open soma 400 pontos no ranking da temporada, além de levar para casa um prêmio de R$ 45 mil. Todas as equipes são premiadas, e somando os dois naipes, o torneio distribui mais de R$ 420 mil aos atletas.

O Circuito Open segue com mais uma etapa após Natal (RN): Fortaleza (CE), de 22 a 24 de abril. Além disso, também em 2016 ocorre o SuperPraia, torneio que reúne as oito melhores duplas da temporada e encerra o calendário nacional, que será em João Pessoa (PB), de 5 a 8 de maio.