Álvaro e Saymon levam ouro em Maringá e Brasil fica com título geral

Publicado em: 07/05/2017 19:38
Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 07.05.2017

O Brasil manteve a hegemonia no Circuito Sul-Americano de vôlei de praia. Jogando em casa, na etapa brasileira do tour, Álvaro Filho e Saymon (PB/MS) ficaram com a medalha de ouro neste domingo (07.05) ao superarem os chilenos Marco e Esteban Grimalt por 2 sets a 0 (21/17, 21/18). A vitória conquistada em Maringá (PR), na arena montada na Vila Olímpica, deixou o país em primeiro no ranking geral, que soma a pontuação de todas as etapas.

O dia começou com vitória dos brasileiros na semifinal contra a Argentina. Alvinho e Saymon, atuais campeões brasileiros, superaram Azaad e Capogrosso por 2 sets a 1 (17/21, 21/19, 15/7). Horas depois, na disputa com os chilenos, nova vitória. O Brasil encerra o Circuito Sul-Americano com 1100 pontos nas cinco etapas realizadas.

"Estamos muito felizes com essa conquista, em poder colaborar com mais um título para o Brasil. É motivo de orgulho defender nosso país. Só temos a agradecer nossa comissão técnica, nossos familiares e o apoio da CBV", declarou o paraibano Álvaro Filho.

Nas cinco etapas disputadas o Brasil conquistou três ouros e dois bronzes. A disputa ainda continua no naipe feminino, que terá a etapa final realizada no próximo final de semana, na Argentina. O Brasil também lidera entre as mulheres, com 100 pontos a mais que a Argentina na liderança do ranking geral, muito perto do título geral.

"Conseguimos levar duplas Sub-23 nos torneios em que cada país poderia enviar até dois times, demos experiência e oportunidade para jovens atletas. Além da vivência, conseguiram somar pontos no ranking internacional. Esse título também visa o longo prazo e foi possível com a ajuda dos nossos patrocinadores e apoiadores", analisou Franco Neto, gerente de vôlei de praia da CBV e que acompanha a delegação em Maringá.

O ranking do Circuito Sul-Americano é feito apenas para os países, contando a pontuação da dupla mais bem colocada das nações em cada parada. Cada dupla pode disputar no máximo duas etapas, garantindo que mais times tenham oportunidade de somar pontos e adquirir experiência.

Os critérios usados pela CBV na convocação são a posição do ranking de entradas do Circuito Brasileiro (a dupla inscrita com melhor colocação) e uma dupla Sub-23 escolhida por critérios técnicos pela entidade, visando dar oportunidade e experiência para jovens atletas. Na etapa ‘Finals’ de Maringá, porém, apenas uma dupla de cada país pode ser inscrita.

BRASIL NO CIRCUITO SUL-AMERICANO 2017

1ª Etapa -Coquimbo (CHI)
Ana Patrícia/Rebecca - ouro
Jô/Vitor Felipe - ouro
Tainá/Victoria - prata
Arthur Lanci/George - bronze 

2ª Etapa -Ancon (PER)
Lili/Josi - ouro
Oscar/Hevaldo - bronze

3ª Etapa -Rosário (ARG)
Oscar/Hevaldo - ouro
Val/Ângela - bronze

5ª Etapa - Maringá (BRA*)
Álvaro e Saymon - ouro

*Disputada apenas no naipe masculino

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro