Larissa e Talita ficam com a medalha de prata no Major Series de Gstaad

Publicado em: 08/07/2017 14:34

Da redação – 08.07.2017

O Brasil conquistou sua 15ª medalha no Circuito Mundial 2017 neste sábado (08.07), no Major Series de Gstaad, na Suíça. Larissa e Talita levaram a prata ao serem superadas pelas alemãs Laboureur e Sude por 2 sets a 0 (21/18, 22/20), em 39 minutos de duração, na final do torneio. O pódio mantém a dupla na liderança do ranking do tour internacional.

As brasileiras recebem uma premiação de 32 mil dólares e somam 960 pontos no ranking com a segunda colocação, chegando aos 3800 na liderança geral que soma todas as paradas. A medalha de bronze ficou com as canadenses Sarah Pavan e Melissa Paredes. Em cinco encontros, esta foi a primeira derrota de Larissa e Talita para as alemãs.

Apesar de não conseguirem o tricampeonato, Larissa e Talita ressaltaram o pódio e a terceira final nesta temporada, a segunda em um Major Series, torneio mais valioso com exceção do Campeonato Mundial.

"Não é o resultado que queríamos, mas estou feliz, terceira final aqui no Major de Gstaad. Acho que cometemos muitos erros, elas foram mais regulares, jogaram melhor. Mas vamos ficar com uma boa lembrança, foi uma boa caminhada até aqui. Ainda temos mais desafios nesta temporada e vamos manter o foco", disse Talita.

Larissa e Talita conquistam a terceira medalha nesta temporada 2017. Elas foram ouro no Major Series de Fort Lauderdale, nos EUA, e na etapa três estrelas de Moscou, na Rússia. O Brasil tem agora nove ouros, três pratas e três bronzes (veja todas abaixo).

O próximo desafio dos brasileiros no Circuito Mundial acontece de 19 a 23 de julho, no torneio quatro estrelas da Polônia, na cidade de Olsztyn. Antes, porém, os jovens da base disputam o Campeonato Mundial Sub-21 na cidade de Nanquim, na China, de 11 a 16 de julho.

O Jogo
As brasileiras  começaram o jogo equilibrando as ações, com os times trocando pontos. Na metade do primeiro set, porém, em contra-ataques das alemãs o placar ficou dilatado: 12 a 9 para Laboureur e Sude. Larissa e Talita reagiram e ficaram um ponto atrás na reta final 18-19, mas acabaram não conseguindo a virada. Em ataque na rede de Talita, final do set: 18 a 21.

O segundo set contou com roteiro parecido. As alemãs, novamente aproveitando bons contra-ataques, anotaram 11-14. Larissa e Talta empataram em 17-17, forçando pedido de tempo das adversárias, mas contando com uma virada de bola mais precisa, as alemãs fecharam a parcial em 20-22, após ataque na diagonal de Laboureur.

O Major Series de Gstaad distribui 600 mil dólares em prêmios aos atletas, além de 1.200 pontos à dupla campeã. Este é o 18ª ano consecutivo que a cidade recebe uma etapa, sendo um dos torneios mais tradicionais do circuito e um dos preferidos dos atletas, aos pés dos Alpes. O Brasil é o maior vencedor na Suíça, com 17 ouros sendo nove entre as mulheres e oito entre os homens.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro