Dupla da casa avança pela primeira vez à fase de grupos em Itapema (SC)

Publicado em: 15/11/2017 12:59

Em Itapema (SC) – 15.11.2017

A disputa do classificatório da etapa de Itapema (SC) do Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia agitou a arena montada na Meia Praia na manhã desta quarta-feira (15.11). As arquibancadas ficaram lotadas e assistiram de perto a vitória do time da casa formado por Ana Luiza e Paula (SC), que assim como outras sete duplas avançaram à fase de grupos.

No classificatório as duplas disputam partidas eliminatórias diretas, e os últimos oito vencedores se garantem no torneio principal. As disputas continuam nesta quinta-feira (16.11), com a fase de grupos do naipe feminino e o classificatório do torneio masculino. A entrada é franca e a arena fica localizada na altura da Rua 285.

Além de Ana e Paula, também avançaram Índia/Solange (PA/DF), Maria Clara/Caitlin Ledoux (RJ/EUA), Fabrine/Pitty (BA), Rafaela/Fabíola (PA/DF), Roberta Glatt/Maria Clara (RJ), Alba/Aline (BA) e Amanda/Mayana (TO). Elas se juntam aos 16 times que já estavam classificados por serem os mais bem posicionados no ranking de entradas.

Ana Luiza e Paula, que nunca tinham alcançado a etapa principal do Circuito Brasileiro e estão juntas há apenas três meses, conquistaram a vaga ao vencerem dois jogos no dia. No primeiro, triunfo por 2 sets  a 1 (15/21, 22/20, 12/15) sobre Débora e Karol (ES). Na segunda rodada, valendo a classificação, vitória também no tie-break sobre as experientes Leize e Bruna (SC/PB), com parciais de 21/18, 13/21 e 15/12.

Leize também estava jogando em casa, deixando a torcida dividida em vários momentos. Após a classificação, Paula, que é moradora de Itapema (SC), celebrou o triunfo.

“A ficha ainda nem caiu, estou feliz demais. Não tinha vivido a experiência de jogar com uma torcida tão grande e apoiando tanto. Na hora em que estávamos muito cansadas, no terceiro set, o fato de gritarem nosso nome na arquibancada fez toda a diferença. Convocamos os amigos, familiares, todo o estado para vir torcer por nós. Foi um jogo muito duro, difícil, contra uma dupla experiente que respeitamos muito”, destacou.

“É uma emoção incrível disputar o Open pela primeira vez. Somos uma dupla muito nova, começamos a treinar três meses atrás. Apostamos muito nesse projeto, vejo um potencial de crescimento alto para nossa equipe. Em pouco tempo sentimos um entrosamento muito bacana e acredito que esse seja só o começo”, completou a parceira Ana Luiza, que mora em Blumenau e também é federada por Santa Catarina.

Também com duas vitórias no dia, Maria Clara, vice-campeã mundial e brasileira, retornou ao Circuito Brasileiro com a vaga. Ela disputou nos últimos meses a liga norte-americana (AVP) e após sete meses fora, conquistou os triunfos jogando ao lado da norte-americana Caitlin Ledoux. A jogadora dos Estados Unidos elogiou o nível técnico e a organização do Open.

“Estou muito empolgada, feliz por terem permitido que disputasse o Circuito Brasileiro. A qualidade das atletas brasileiras é muito alta e estar aqui é sempre ótimo, estou feliz.  Tivemos uma conexão muito rápida na quadra, apesar de tudo ter sido tão rápido. Nos sentimos muito bem, confortáveis uma com a outra em quadra. Acredito que temos muito potencial, Maria é uma grande jogadora, com muita experiência e quero aprender mais ao lado dela, vejo muito potencial em nossa parceria”, disse Caitlin Ledoux.

A dupla superou na estreia Samille e Luisa (SC) por 2 sets  0 (21/9, 21/5), e na partida valendo a classificação à fase de grupos, eliminaram Haissa e Cris (MS/SP) também em sets diretos, com parciais de 21/15, 21/17.

Os oito times que conquistaram a vaga pelo classificatório se juntam aos 16 times que já estavam garantidos no torneio pelo ranking de entradas, formando seis grupos.

As 16 duplas femininas classificadas pelo ranking são Ágatha/Duda (PR/SE), Carol Solberg/Maria Elisa (RJ), Elize Maia/Taiana (ES/CE), Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE), Josi/Lili (SC/ES), Val/Ângela (DF/RJ), Juliana/Carol Horta (CE), Victoria/Tainá (MS/SE), Andrezza/Andressa (AM/PB), Naiana/Rachel (CE/RJ), Vitoria/Juliana Simões (RJ/PR), Vivian/Semírames (PA/SP), Izabel/Renata (PA/RJ), Sandressa/Neide (AL), Flávia/Bárbara Ferreira (RJ) e Aline/Thais (SC/RJ).

As 24 duplas disputam a fase de grupos em seis grupos de quatro times. Os primeiros e segundos colocados de cada chave, além dos quatro melhores terceiros colocados vão para as oitavas de final. Desta etapa em diante o torneio segue em formato eliminatório direto até a decisão. A final feminina acontece na noite de sábado (18.11), enquanto a disputa do ouro no torneio masculino fica para a manhã de domingo (19.11).

O Circuito Brasileiro Open 2017/2018 é composto por sete etapas. Após Itapema (SC), a competição segue em 2018 para Fortaleza (CE), de 24 a 28 de janeiro, João Pessoa (PB), de 21 a 25 de fevereiro, Maceió (AL), de 14 a 18 de março, e Aracaju (SE), de 4 a 8 de abril.

A competição distribui R$ 45 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são quase R$ 500 mil por etapa. A novidade nesta temporada fica por conta da volta do classificatório e do aumento de duplas, passando de 16 para 24 times na fase de grupos da competição.

VEJA OS RESULTADOS DO DIA
http://www.aplicativoscbv.com.br/circuitobb/tabopen/tabelatodas.asp?site=28&sexo=F

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro