Maria Elisa e Carol Solberg conquistam etapa disputada em Itapema (SC)

Publicado em: 18/11/2017 20:39

Em Itapema (SC) – 18.11.2017

O título da etapa de Itapema (SC) é de Maria Elisa e Carolina Solberg (RJ). A parceria formada no meio deste ano venceu Ana Patrícia e Rebecca (MG/CE) por 2 sets a 1 (18/21, 21/14, 13/15), em 57 minutos, na decisão disputada na noite deste sábado (18.11). É o primeiro ouro da dupla no Circuito Brasileiro Open, do qual são líderes do ranking.

A medalha de bronze ficou com Ágatha e Duda, que venceram Tainá e Victoria (SE/MS) por 2 sets a 0 (21/11, 21/14), em 33 minutos de duração.

Maria Elisa e Carol Solberg haviam ficado com a medalha de prata nas duas primeiras etapas da temporada, em Campo Grande (MS) e Natal (RN). Agora, após o ouro, elas somam 1.120 pontos nos três torneios disputados, abrindo vantagem. Após o ouro, Maria brincou por receber um ‘presente de casamento’ antecipado.

“Estou muito emocionada, passei a tarde inteira nessa expectativa de jogar uma final neste momento incrível que estou vivendo. A gente queria muito esse título. O Kioday (técnico da dupla) merecia muito, e, além disso, meu noivo (Paulo Victor) também merecia. Semana que vem direi o sim mais importante da minha vida. O jogo final foi muito difícil, o piso estava duro, a Ana Patrícia tem 1,94, a Rebecca é muito habilidosa, são novas e com muita potência no ataque. Eu e a Carol incendiamos o jogo do jeito que gostamos, e as meninas estão de parabéns, estão evoluindo muito", comemorou a resendense.

Carol havia vencido uma etapa nacional pela última vez em 2015, ainda em parceria com a irmã Maria Clara, em Salvador. Na etapa de Haia (Holanda) deste ano, a dupla já havia conquistado o ouro, saindo do classificatório. Agora vencem em casa.

“Acreditamos o tempo inteiro, mesmo com elas abrindo quatro pontos no tie-break, acredito que estávamos focadas. Nos mantivemos fortes de cabeça, continue acreditando o tempo inteiro, com paciência de buscar os pontos. Amo jogar vôlei de praia, o que mais gosto de fazer na vida. Foi incrível voltar ao pódio, sentir que todas as coisas valeram. Ainda mais por estarmos sem patrocínio, na luta”, disse Carol Solberg.

Apesar de não terem ficado com o ouro, Ágatha e Duda (PR/SE) se mantêm na vice-liderança do ranking geral, agora com 1000 pontos nas três etapas disputadas. Duda fez um balanço do ano de 2017, encerrado com mais um pódio para a parceria.

“Foi um ano maravilhoso, especial. Início de parceria com a Ágatha, onze meses de muito aprendizado. Não tenho palavras pela minha evolução, e evolução também da nossa equipe. O começo de uma longa jornada, com muitos objetivos e muito foco. Quero ser feliz jogando ao lado dela. Está sendo incrível. São 11 pessoas em uma comissão técnica muito forte”, disse Duda, que comentou sobre enfrentar ex-parceiras, comandadas pela mãe.

“Enfrentar Tainá e Victoria é complicado, são minhas irmãs, tenho um carinho enorme pelas conquistas que tivemos e pelas pessoas que são. Além disso, treinadas pela minha mãe. Mas em quadra tenho que fazer minha parte. Mãe é mãe, nos respeitamos muito, então nem tinha como ela ficar no banco”, declarou Duda.

O Jogo

A partida começou com Ana Patrícia, a atleta mais alta do tour com 1,94m, colocando pressão no bloqueio e abrindo dois pontos de vantagem: 5 a 3. Após contra-ataque da ‘gigante’ mineira, a vantagem subiu para 8 a 4, com as adversárias pedindo tempo. Na primeira parada técnica da partida o placar era de 12 a 9 para Ana/Rebecca.

Mudando o destino do saque para Rebecca, Carol e Maria Elisa empataram o duelo. Erros de virada de bola e contra-ataques de Maria igualaram em 13 a 13 o placar. Ana e Rebecca pediram tempo. Em bloqueio de Carol, as líderes do ranking viraram para 14 a 13. Em bola de graça, a dupla ampliou a vantagem para dois pontos: 17 a 15.

Crescendo no passe e melhorando na virada de bola, Carol e Maria encaminharam a vitória e não deram pontos no final do primeiro set. A dupla que foi vice-campeã nas duas primeiras etapas fechou o primeiro set por 21 a 18 em ataque de Carol Solberg na paralela.

O segundo set começou com Carol/Maria abrindo dois pontos, mas com belos contra-ataques de Rebecca, o time mais jovem virou para 3 a 2. Em lindo bloqueio de Carol sobre Ana Patrícia, a parceria de Maria Elisa e Carol igualou tudo: 6 a 6. Ana Patrícia devolveu no mesmo fundamento, sobre Maria, abrindo 10 a 7 no placar.

Após a parada técnica, Ana e Rebecca cresceram no jogo. Um ponto de bloqueio e um ace fizeram o placar chegar a 14 a 10, com as adversárias pedindo tempo. Pressionadas, Maria e Carol passaram a errar muito mais na virada de bola, a vantagem de Ana e Rebecca subiu cada vez mais e, em o final do set chegou em explorada de bloqueio de Ana:  21 a 14.

Ana e Rebecca começaram abrindo 4 a 0 em lindos contra-ataques de Rebecca, e um ponto incrível de Ana, que salvou uma bola na placa, praticamente perdida, perto da antena. Maria e Carol não se desestabilizaram e diminuíram a desvantagem em ace de Maria Elisa e ataque para fora de Rebecca: 4 a 5 e pedido de tempo de Reis Castro.

Carol Solberg entrou em cena com o bloqueio em hora importantíssima, empatando a partida por 6 a 6. As duplas foram mantendo a virada de bola, ressaltando o equilíbrio do nível técnico. Maria Elisa, em ótimo contra-ataque, com a bola rolando na fita, virou para 10 a 9. Um toque na rede de Ana e um ataque de Maria na diagonal abriram 12 a 10, encaminhando a vitória. O título veio com ataque na diagonal curta de Carol: 15 a 13 no set de desempate e 2 sets a 1 na partida.

O Circuito Brasileiro Open 2017/2018 é composto por sete etapas. Após Itapema (SC), a competição segue em 2018 para Fortaleza (CE), de 24 a 28 de janeiro, João Pessoa (PB), de 21 a 25 de fevereiro, Maceió (AL), de 14 a 18 de março, e Aracaju (SE), de 4 a 8 de abril.

A competição distribui R$ 45 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são quase R$ 500 mil por etapa. A novidade nesta temporada fica por conta da volta do classificatório e do aumento de duplas, passando de 16 para 24 times na fase de grupos da competição.

VEJA A GALERIA DE FOTOS
http://2017.cbv.com.br/galeria/1971/itapema-sc---18.11.2017---circuito-brasileiro-open---feminino

VEJA OS RESULTADOS DO DIA
http://www.aplicativoscbv.com.br/circuitobb/tabopen/tabelatodas.asp?site=28&sexo=F

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro