Loiola é o 14º brasileiro a ingressar ao Hall da Fama do voleibol

Publicado em: 24/11/2017 08:39

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 24.11.2017

O voleibol brasileiro foi mais uma vez congratulado com uma indicação ao Hall da Fama do Voleibol. O capixaba José Loiola, ícone e atleta olímpico do voleibol de praia, de 47 anos, foi incluído ao grupo em cerimônia na última semana, na cidade de Holyoke, nos Estados Unidos.

Loiola tornou-se o décimo quarto brasileiro na lista, e se junta a Emanuel, Fofão, Renan Dal Zotto, Bebeto de Freitas, Nalbert, Sandra Pires, Adriana Behar, Shelda, Maurício Lima, Ana Moser, Carlos Arthur Nuzman, Bernard e Jackie Silva neste seleto grupo.

A seleção é feita a partir dos votos dos membros atuais, tornando o reconhecimento ainda mais significativo. José Loiola disputou os Jogos Olímpicos de Sydney, em 2000, terminando na nona colocação ao lado do paranaense Emanuel Rego.

Atualmente morando nos Estados Unidos, onde comanda projetos com as categorias de base do país no vôlei de praia, Loiola conquistou o Campeonato Mundial de 1999, na França, mesmo ano em que foi campeão do Circuito Mundial ao lado de Emanuel. Ele soma 20 ouros em etapas internacionais, além de 35 títulos da AVP (liga norte-americana).

Além de Loiola, foram inseridos neste ano ao Hall da Fama o ex-jogador holandês de voleibol de quadra Ronald Zwerver (Holanda), a ex-atleta russa de quadra Irina Kirillova, o técnico sueco Anders Kristiansson e o ex-presidente da FIVB e dirigente chinês Jizhong Wei.

O Hall da Fama do vôlei foi criado em 1985 e, a partir de 1998, passou a receber atletas de fora dos Estados Unidos. O Brasil é o segundo país - empatado com a Rússia - com mais integrantes, com EUA na primeira colocação.