Vôlei de Praia - Confederação Brasileira de Vôlei 

Semifinais são definidas em Nova Viçosa e Brasil já garante medalhas

Publicado em: 20/01/2018 20:45

Da redação – 20.01.2018

As semifinais do Grand Slam de Nova Viçosa (BA), etapa de abertura do Circuito Sul-Americano 2018, foram definidas após as partidas da fase de grupos e quartas de final neste sábado (20.01), na arena montada na Praia do Lugar Comum. O Brasil dominou o naipe feminino e garantiu todas as medalhas por ter avançado com quatro times às semifinais, que ocorrem neste domingo (21.01). Entre os homens, dois times seguem na disputa.

A semifinal feminina terá Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) enfrentando Josi/Lili (SC/ES) às 9h (de Brasília), enquanto Tainá/Victoria (SE/MS) encara Juliana/Andressa (CE/PB) no mesmo horário.  O torneio masculino terá os seguintes confrontos nas semifinais: Ricardo e George (BA/PB) enfrentam os argentinos Capogrosso/Azaad, enquanto Ramon Gomes e Fernandão (RJ/ES) encaram os chilenos Marco e Esteban Grimalt, ambos às 9h50.

As disputas de bronze e ouro também ocorrem neste domingo, a partir das 11h20, com entrada franca na arena montada na Praia do Lugar Comum. As partidas valendo medalha serão transmitidas pelo Facebook da Confederação Sul-Americana de Voleibol (CSV).

Ana e Rebecca avançaram ao superarem uma dupla que estreava em Nova Viçosa. Elas venceram Carol Horta e Maria Clara por 2 sets a 0 (23/21, 21/13) nas quartas de final, carimbando vaga. Josi e Lili, adversárias na semi, eliminaram as paraguaias Erika e Michelle também por 2 a 0 (21/12, 21/11). Rebecca analisou o desempenho até aqui.

“É a primeira etapa do ano, ainda estamos buscando o melhor da parte física, realizando exercícios específicos para suportar a temporada. Normal ainda, nesta etapa, não termos a mesma mobilidade. Mas conseguimos superar isso e o entrosamento que tenho com a Ana Patrícia foi fundamental para buscar essa vitória e uma vaga na semifinal”, destacou.

Nas outras partidas das quartas de final do naipe feminino, Juliana e Andressa, que também estreiam parceria, eliminaram as argentinas Gallay e Peralta por 2 sets a 0 (21/11, 21/17), enquanto Tainá e Victoria superaram as compatriotas Pity/Fabrine por sets diretos (21/14, 28/26), definindo que as três medalhas do torneio feminino na etapa serão do Brasil.

Quem também tem brilhado em casa é o baiano Ricardo, campeão olímpico e um dos maiores nomes da história do vôlei de praia. Neste sábado ele e o parceiro George eliminaram os compatriotas Thiago e Bruno de Paula (SC/AM) por 2 sets a 1 (19/21, 21/19, 21/19), em um jogo incrível que levantou a arena. Após a partida, Ricardo analisou a ajuda da torcida.

“O apoio da torcida é fundamental, principalmente jogando em casa. Em 2015, venci aqui na Bahia, conquistando a etapa e a temporada ao mesmo tempo. Ter a oportunidade de trazer um evento internacional para uma cidade baiana fora da capital é maravilhoso. Mobilizou toda a cidade e espero que possamos voltar um dia”, disse o campeão olímpico, que completou.

“Tivemos uma partida extremamente dura neste sábado, contra uma dupla brasileira de ótimo nível, que é formada por Thiago e Bruno. Minha parceria temporária com George tem essa dificuldade de ter que se entrosar e criar armas novas a cada partida. Foi uma partida ponto a ponto, com muitas reviravoltas. Isso faz com que a gente avance à semifinal mais motivado e confiante. Estamos muito contentes”, declarou Ricardo.

Nas outras partidas das quartas de final, os argentinos Capogrosso/Azaad eliminaram os brasileiros Adelmo e Ícaro por 2 sets a 0 (21/16, 21/19). Já Ramon Gomes e Fernandão (RJ/ES) superaram os uruguaios Vieyto/Cairus no tie-break (21/14, 21/23, 14/16), enquanto os primos chilenos Marco e Esteban Grimalt superaram os argentinos Zelayeta/Amieva por 2 sets a 0 (26/24, 21/10), definindo os demais confrontos das semis.

Além do Grand Slam de Nova Viçosa, o Brasil também receberá a quinta etapa da temporada, o Grand Slam de Santa Cruz Calábria (BA), de 9 a 11 de março. Ao todo são seis etapas para os dois naipes, e dois torneios ‘Finals’ contando apenas com um naipe cada. O calendário completo pode ser acessado no site oficial da Confederação Sul-Americana de Voleibol (CSV), em http://voleysur.org/v2/calendario/calendario.asp.

O ranking geral do Circuito Sul-Americano é feito apenas para os países, contando a pontuação da dupla mais bem colocada das nações em cada parada, mesmo que um país tenha mais de uma dupla no pódio. Os campeões de cada torneio somam 200 pontos, o vice, 180, o terceiro colocado, 160, reduzindo 20 pontos em cada posição seguinte.

SITE OFICIAL DA CONFEDERAÇÃO SUL-AMERICANA DE VOLEIBOL
http://voleysur.org/

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro