Brasil avança com três duplas às semifinais da etapa de Lima, no Peru

Publicado em: 03/03/2018 20:51

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 03.03.2018

O Brasil conseguiu avançar às semifinais da etapa de Lima (Peru) do Circuito Sul-Americano de vôlei de praia 2018 neste sábado (03.03). No naipe feminino, Hegê/Talita (CE) e Val/Ângela (DF/RJ) conquistaram a vaga e seguem invictas na competição. Mesma situação de Hevaldo e Arthur Lanci (CE/PR), que estão no ‘final four’ do torneio masculino. Os jogos seguem neste domingo (04.03), a partir das 11h (de Brasília).

Hevaldo e Arthur encaram na semifinal os argentinos Azaad e Capogrosso, às 12h (de Brasília). No feminino, Hegê/Talita disputam uma vaga na decisão contra as venezuelanas Gabi e Agudo, enquanto Val e Ângela encaram as argentinas Gallay e Pereyra, ambos os jogos às 11h.

As três equipes brasileiras disputaram dois jogos neste sábado. Um ainda pela fase de grupos e, horas depois, pelas quartas de final da competição. Neste domingo, além das semifinais, também acontecem as disputas de bronze e ouro dos dois naipes.

Hevaldo e Arthur Lanci começaram o dia vencendo os uruguaios Acosta e Cairus por 2 sets a 1 (21/19, 18/21, 15/9), terminando em primeiro no grupo. Já pelas quartas de final, vitória mais tranquila por 2 sets a 0 sobre os paraguaios Gonza e Jorge (21/10, 21/17). Arthur Lanci comentou o desempenho da parceria até agora.

“Encontramos uma temperatura agradável, pouco vento e um bom nível técnico. Caímos numa das chaves mais difíceis, os meninos do Uruguai estão evoluindo muito. A partida das quartas de final foi até mais tranquila. Agora vamos enfrentar a Argentina, sabemos que eles estão vindo embalados, com bons resultados. Vai ser um jogo difícil, mas vamos dar nosso melhor para vencê-los”, declarou o paranaense campeão mundial Sub-19 e Sub-21.

O feminino também deu show. Hegê e Talita, dupla Sub-23 convocada para ganhar experiência internacional, começou o dia vencendo as uruguaias Elgue e Simon por 2 sets a 1 (16/21, 21/12, 15/8), terminando em primeiro no grupo. Nas quartas de final, vitória sobre as chilenas Mardones e Paula Vallejos: 2 a 0 (21/15, 21/10).

Val e Ângela, dupla que já conquistou diversas etapas de Sul-Americano, começaram vencendo pela chave as chilenas Mardones e Vallejos, avançando também em primeiro no grupo. Nas quartas elas eliminaram as paraguaias Pati e Filippo com triunfo por 2 sets a 0 (21/15, 21/9).

Até agora foram disputadas três etapas – Nova Viçosa (Brasil), Rosário (Argentina) e Coquimbo (Chile). O Brasil soma sete medalhas, sendo quatro de ouro, duas de prata e uma de bronze, e lidera o ranking geral feminino com 600 pontos somados. Entre os homens, o país aparece na segunda posição, com 500 pontos. A Argentina lidera com 520.

Ao todo são seis etapas do Circuito Sul-Americano para os dois naipes, e dois torneios ‘Finals’ contando apenas com um naipe cada. O calendário completo pode ser acessado no site oficial da Confederação Sul-Americana de Voleibol (CSV), em http://voleysur.org/v2/calendario/calendario.asp.

O ranking geral do Circuito Sul-Americano é feito apenas para os países, contando a pontuação da dupla mais bem colocada das nações em cada parada, mesmo que um país tenha mais de uma dupla no pódio. Os campeões de cada torneio somam 200 pontos, o vice, 180, o terceiro colocado, 160, reduzindo 20 pontos em cada posição seguinte.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro