Brasil conquista um ouro e duas medalhas de bronze na etapa de Lima

Publicado em: 04/03/2018 18:10

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 04.03.2018

O Brasil conquistou três medalhas, uma de ouro e duas de bronze, no encerramento da etapa de Lima, no Peru, pelo Circuito Sul-Americano de vôlei de praia 2018. Val e Ângela (RJ/DF) levaram o ouro na decisão do torneio feminino, enquanto Hegê/Talita (CE) conquistaram o terceiro lugar. Entre os homens, Hevaldo e Arthur Lanci (CE/PR) garantiram o terceiro lugar.

Os resultados deste domingo (04.03) mantém o Brasil na liderança isolada do ranking geral feminino. Nas quatro etapas disputadas até agora, quatro ouros do país entre as mulheres, totalizando 800 pontos. O Paraguai aparece na segunda posição, com 600. Entre os homens, liderança da Argentina, que soma 700 pontos. O Brasil, que conquistou até agora um ouro e uma prata e um bronze, está em segundo lugar, com 660.

Val e Ângela conquistaram o ouro ao superarem neste domingo as venezuelanas Agudo e Gabi, por 2 sets a 0 (21/18, 24/22). Horas antes, pela semifinal, haviam derrotado as argentinas Gallay e Pereyra, por 2 sets a 0 (21/15, 21/17). Após a partida, Val comemorou a medalha.

“Fizemos um torneio muito bom, não perdemos nenhuma partida e todos os jogos foram vencidos por 2 sets a 0. Sabíamos da responsabilidade de manter o Brasil no topo e conseguimos apresentar um bom voleibol, graças ao entrosamento e ao trabalho das comissões técnicas que nos apoiam. Jogamos sempre ponto a ponto, respeitando os adversários, mas sabendo da qualidade da nossa equipe”, declarou.

O bronze de Hegê e Talita também foi muito celebrado. A dupla foi convocada na categoria Sub-23 para adquirir experiência internacional e respondeu logo com uma medalha. Elas superaram as argentinas Gallay e Pereyra de virada, por 2 sets a 1 (25/23, 18/21, 11/15). Antes, nas semifinais, haviam sido batidas pelas venezuelanas por 2 a 0 (21/15, 21/14).

“Estamos muito felizes com o resultado. Apesar de ser a primeira experiência em um campeonato internacional, Hegê e eu fomos crescendo a cada jogo. Sabíamos que ia ser um jogo difícil na disputa do bronze, principalmente por causa da experiência da Gallay, atleta olímpica. Mas nós também sabíamos do nosso potencial e não deixamos de acreditar em nenhum momento. Não tenho palavras pra descrever a felicidade de poder representar o nosso país e conquistar um lugar no pódio. Só podemos agradecer todos que fazem parte da nossa equipe e que nos deram suporte pra chegar até aqui”, declarou.

No naipe masculino, Hevaldo e Arthur Lanci acabaram superados pelos argentinos Azaad e Capogrosso na primeira partida do dia, pela semifinal: 2 sets a 1 (21/18, 20/22, 15/13). Os brasileiros se recuperaram para o desafio seguinte e não deixaram o bronze escapar. Em uma partida muito disputada, vitória por 2 sets a 1 (14/21, 21/17 e 15/13) contra os uruguaios Acosta e Cairus, completando o pódio da etapa. Os venezuelano Peter e Tigrito ficaram com o ouro, superando o time argentino na grande decisão.

Ao todo são seis etapas do Circuito Sul-Americano para os dois naipes, e dois torneios ‘Finals’ contando apenas com um naipe cada. O calendário completo pode ser acessado no site oficial da Confederação Sul-Americana de Voleibol (CSV), em http://voleysur.org/v2/calendario/calendario.asp.

O ranking geral do Circuito Sul-Americano é feito apenas para os países, contando a pontuação da dupla mais bem colocada das nações em cada parada, mesmo que um país tenha mais de uma dupla no pódio. Os campeões de cada torneio somam 200 pontos, o vice, 180, o terceiro colocado, 160, reduzindo 20 pontos em cada posição seguinte.

CIRCUITO SUL-AMERICANO 2018

1ª etapa - Nova Viçosa (Brasil)
Feminino
Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) - ouro
Tainá/Victoria (SE/MS) - prata
Josi/Lili - bronze

Masculino
Fernandão/Ramon Gomes - prata

2ª etapa - Rosário (Argentina)
Feminino
Tainá/Victoria (SE/MS) - ouro

Masculino
Álvaro Filho/Saymon (PB/MS) - ouro

3ª etapa - Coquimbo (Chile)
Feminino
Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) - ouro

4ª etapa - Lima (Peru)
Feminino
Val/Ângela (SE/MS) - ouro
Hegê/Talita (CE) - bronze

Masculino
Hevaldo/ArthurLanci (CE/PR) - bronze

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro