Evandro e André conquistam etapa de Aracaju e fecham tour com chave de ouro

Publicado em: 07/04/2018 23:19

O título da temporada 2017/2018 já estava assegurado, mas Evandro e André Stein não baixaram o ritmo. Na noite deste sábado (07.04), a dupla conquistou o título da etapa de Aracaju (SE) e fechou o tour nacional com chave de ouro ao superar Jô e Léo Vieira (PB/DF) por 2 sets 0 (21/18, 21/10), em 38 minutos. O bronze da última parada ficou com Pedro Solberg e George (RJ/PB), que superou Vitor Felipe/Guto (PB/RJ).

É a quarta vez em sete etapas disputadas no Circuito Brasileiro, que Evandro e André ficam no lugar mais alto do pódio. Eles ainda foram vice-campeões em Fortaleza (CE) e bronze em Maceió (AL). E neste sábado a vitória veio com um dos pontos fortes da dupla, o saque do jogador carioca. Foram várias sequências com pontos diretos ou quebrando o passe adversário.

“Fizemos uma boa partida, eles são uma dupla muito competente, de muita raça. Em certo momento estávamos em dificuldades e precisávamos do saque. Felizmente ele funcionou. É maravilhoso encerrar a temporada com mais um ouro, ter alcançado a tríplice coroa e agora mudar o foco para o Circuito Mundial. Foi ainda mais especial pelo fato de termos mantido o ritmo, apesar do título geral já estar garantido, seguimos focados por mais uma medalha”, analisou Evandro.

André Stein também celebrou a excelente campanha da dupla, que em Aracaju somou seis vitórias e apenas um set perdido. Além do título, a dupla comemorou em grande estilo, já que Maria Vitória, namorada de André, e Aline Carvalho, namorada de Evandro, estiveram na arena. Agora a dupla se prepara para a disputa do Circuito Mundial.

“Era o que queríamos (o ouro), ficamos sabendo do título da temporada semanas atrás, mas viemos focados para manter as apresentações que estávamos tendo. A regularidade é uma das coisas mais importantes no alto nível, começamos a primeira etapa com um ouro, encerramos com um ouro e agora vamos comemorar. Mas manter o ritmo para o Circuito Mundial”.

Pelo ouro a dupla recebe um prêmio de R$ 45.050,50, além de mais 400 pontos no ranking, terminando com 2.520 pontos. 

Na disputa da medalha de bronze, que contou com lindas jogadas e um incrível rally de 42 segundos, Pedro Solberg e George (RJ/PB) superaram Vitor Felipe e Guto (PB/RJ) por 2 sets a 1 (25/23, 16/2, 11/15), em 1h08 de duração. É o segundo pódio em sequência, já que na etapa anterior eles haviam sido prata. George analisou a vitória.

“Estou muito feliz por mais um pódio ao lado do Pedro. Não jogamos bem pela manhã, nas semifinais, e essa partida foi disputada em alto nível. Vitor e Guto jogaram muito também, foi uma partida muito equilibrada e bonita. Presenteamos a torcida e nos divertimos muito em quadra também. Agora vamos voltar ao trabalhar para corrigir outros detalhes”.

O Jogo
Debutando em uma final nesta temporada, Jô e Léo Vieira começaram colocando pressão, abrindo 8 a 6 no primeiro set. Os campeões mundiais empataram por 10 a 10 e, após a parada técnica, passaram a dominar. Os aces de Evandro entraram com frequência e fizeram a diferença subir para quatro pontos. Em diagonal de Evandro, a dupla fechou o set por 21 a 18.

O segundo set foi arrasador pelo lado dos novos campeões brasileiros. Evandro anotou mais uma série incrível de aces. A diferença foi aumentando, com Léo e Jô tendo dificuldades na virada de bola. Em ataque muito forte de André, que Léo Vieira não conseguiu defender, eles fecharam a parcial por 21 a 10 e o jogo em 2 sets a 0.

O Circuito Brasileiro é composto por sete etapas, três que foram realizadas em 2017 - Campo Grande (MS), Natal (RN) e Itapema (SC) - e mais quatro neste ano: Fortaleza (CE), João Pessoa (PB), Maceió (AL) e agora Aracaju (SE). Ainda em abril ocorre também a disputa do SuperPraia, que reúne os melhores times da temporada e ocorre de 25 a 29, em Brasília (DF).

A competição distribui R$ 45 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são quase R$ 500 mil por etapa. A novidade nesta temporada fica por conta da volta do classificatório e do aumento de duplas, passando de 16 para 24 times na fase de grupos da competição.

VEJA A GALERIA DE IMAGENS DO DIA
http://2018.cbv.com.br/galeria/2022/aracaju-se---07.04.2018---circuito-brasileiro-open

VEJA OS RESULTADO DO DIA
http://www.aplicativoscbv.com.br/circuitobb/tabopen/tabelatodas.asp?site=32&sexo=m

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro