Evandro/André segue invicto, e outras três duplas brasileiras vão à repescagem

Publicado em: 05/05/2018 00:34

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 04.05.2018

O Brasil segue com quatro duplas vivas na disputa do torneio masculino da etapa de Huntington Beach, nos EUA, pelo Circuito Mundial de vôlei de praia 2018. Com dois triunfos nesta sexta-feira (04.05), Evandro e André Stein (RJ/ES) estão a uma vitória da semifinal. Já Pedro Solberg/George (RJ/PB) e Vitor Felipe/Guto (PB/RJ) sofreram uma derrota nesta tarde, e agora se enfrentarão na repescagem da competição de quatro estrelas.

Álvaro Filho e Saymon (PB/MS) também tiveram mesmo resultado que Vitor/Guto, com duas vitórias e uma derrota, e por isso também disputarão a repescagem neste sábado (05.05), contra uma dupla da Itália. Já Alison/Bruno Schmidt (ES/DF) e Ricardo/Oscar (BA/RJ) acabaram dando adeus ao torneio nesta sexta-feira, ao atingirem duas derrotas na competição, terminando em 17º e 13º, respectivamente.

A etapa norte-americana é realizada em parceria com a AVP, principal liga norte-americana da modalidade. O sistema é de dupla eliminatória, onde os times que ganham, avançam direto nas fases, enquanto quem perder uma vez vai à chave dos perdedores (repescagem), disputa mais jogos e não pode perder novamente ou está eliminado.

Evandro e André venceram nesta sexta os noruegueses Anders Mol e Christian Sorum por 2 sets a 0 (19/21, 32/30, 15/11), em 1h06, na parcial mais longa do torneio até aqui, e em seguida derrotaram os compatriotas Pedro Solberg/George por 2 sets a 0 (21/18, 21/18), em 38 minutos. A vaga na semifinal será disputa neste sábado contra os norte-americanos Brunner/Hyden, às 16h30 (de Brasília). Os times nunca se enfrentaram anteriormente.

“Está sendo uma etapa bastante diferente, com um sistema de disputa bem único. O vento tem sido bastante forte, especialmente na parte da tarde, mas felizmente estamos mantendo a regularidade, seguindo na chave dos vencedores. Foram três jogos duros, mas aqui é importante sair com a vitória, jogando bem ou não. Vamos enfrentar o time da casa com a mesma postura, mantendo o que estamos fazendo até agora”, analisou André Stein, eleito no último final de semana o melhor jogador do Circuito Brasileiro 17/18.

Pedro e George, que acabaram superados pelos compatriotas no Round 4 da chave dos vencedores, haviam começado o dia com importante vitória sobre os campeões mundiais e medalhistas olímpicos Brouwer/Meeuwsen, da Holanda, por 2 sets a 0 (21/19, 21/19), em 40 minutos. Agora, na chave da repescagem, terão pela frente os compatriotas Vitor Felipe/Guto.

A partida ocorre neste sábado, às 13h20 (de Brasília), valendo a permanência na competição para os dois times brasileiros. Será o primeiro confronto internacional das duplas, que no Circuito Brasileiro eles já se enfrentaram duas vezes, com duas vitórias de Pedro Solberg/George.

Vitor e Guto perderam no Round 3 para os poloneses Losiak e Kantor, por 2 sets a 0 (21/14, 21/15), caindo para a repescagem. Seguiram-se então duas vitórias, sobre os norte-americanos Miles Evans/Billy Kolinske, por 2 a 0 (21/17, 21/19), em 40 minutos, e sobre os argentinos Azaad/Capogrosso, também em sets diretos: 21/18, 21/16, em 35 minutos. 

Mesmo percurso teve Álvaro Filho e Saymon, que também estão na repescagem. Nesta sexta-feira eles acabaram superados pelo campeão olímpico dos EUA, Dalhausser, e seu parceiro Nick Lucena, que jogavam em casa: 2 sets a 1 (21/18, 15/21, 15/11), no Round 3.

Já pela repescagem conquistaram mais duas vitórias para seguirem vivos, primeiro sobre os norte-americanos Jeremy Casebeer e Reid Priddy, por 2 sets a 1 (21/19, 19/21, 15/11), e depois sobre os compatriotas Ricardo e Oscar (BA/RJ), por 2 sets a 0 (21/17, 21/19). O duelo deste sábado será às 13h20, contra os italianos Caminati e Rossi, em confronto inédito.

Ricardo e Oscar, que foram eliminados por Álvaro Filho/Saymon no Round 4 da repescagem, foram responsáveis por tirar também uma dupla do Brasil do torneio. Eles venceram os campeões olímpicos Alison e Bruno Schmidt (ES/DF) por 2 sets a 1 (20/22, 29/27, 15/10) em um jogo incrível na fase anterior, pelo Round 3 da repescagem. Antes, Alison e Bruno haviam sido superados pelos letões Samoilovs e Smedins, também por 2 a 1 (19/21, 21/10, 15/12).

Nesta etapa não há limites de duplas estrangeiras e o evento é realizado em parceria com a AVP, principal liga norte-americana de vôlei de praia. Os times campeões na etapa californiana recebem 800 pontos no ranking geral e cerca de R$ 68 mil em prêmios. Ao todo são 150 mil dólares em premiação às duplas participantes.

Até agora o Brasil soma quatro medalhas no Circuito Mundial 2018, sendo uma de ouro, duas de prata e uma de bronze (veja a lista completa abaixo). Após as etapas dos EUA e da Turquia, o próximo evento do tour com times do país será na Suíça, em torneio três estrelas na cidade de Lucerna, de 9 a 13 de maio.

VEJA A GALERIA DE FOTOS DO DIA
http://worldtour.2018.fivb.com/en/mhun2018/men/photos

VEJA OS RESULTADOS DO DIA
http://worldtour.2018.fivb.com/en/mhun2018/men/results/maindraw

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro