Definidos os classificados à fase de grupos da segunda etapa, no Rio de Janeiro

Publicado em: 29/06/2018 19:02

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 29.06.2018

A disputa do classificatório, nesta sexta-feira (29.06), fechou a lista de participantes da segunda etapa do Circuito Challenger de vôlei de praia 2018, que ocorre no Rio de Janeiro (RJ). Foram realizadas 45 partidas na Escola de Educação Física do Exército, no bairro da Urca, com quatro times se classificando no naipe masculino e outros quatro no feminino.

Os jogos da fase de grupos e quartas de final ocorrem neste sábado (30.06), com entrada franca à torcida na Escola de Educação Física do Exército. As semifinais e disputas de medalha ficam reservadas para o domingo (01.07). O tour do Challenger conta com quatro etapas neste ano, com campeões de cada parada, além de um campeão geral, no total de pontos somados.

No feminino, avançaram Alba e Aline (BA), que superaram na partida valendo a vaga Teresa/Roberta (CE/RJ) por 2 sets a 1 (21/18, 18/21, 15/6); Hegê/Talita (CE), que venceu Amanda/Ingridh (PR) por 2 sets a 0 (21/15, 21/16); Vivian/Vitória (PA/RJ), que superou Flávia Moura/Semírames (RJ/SP) por 2 a 0 (21/12, 21/12); e Elize Maia e Maria Clara (ES/RJ), que venceram Bárbara Ferreira e Thais (RJ) por 2 sets a 0 (21/12, 21/10).

Com exceção de Elize Maia e Maria Clara, que estavam mais abaixo no ranking por não terem disputado edições passadas do Challenger, e que tiveram que vencer três rodadas, os demais times avançaram com duas vitórias. Já estavam classificadas pelo ranking Andressa/Juliana (PB/CE), Val/Izabel (RJ/PA), Tainá/Victoria (SE/MS), Aline/Diana (SC/RJ), Angela/Rachel (DF/RJ), Andrezza/Neide (AM/AL), Andrea/India (AM/PA) e Rafaela/Fabíola (PA/DF).

No naipe masculino, Marcus/Luciano (RJ/ES) ficou com a vaga ao superar Felipe/Luccas (DF) por 2 sets a 0 (21/13, 21/11); Matheus Maia/Felipe Cavazin (RJ/PR) venceu Matheus Baby/Jonas (RJ) por 2 a 1 (21/23, 22/20 e 7/15) e avançou; Marcos Cabral/Lázaro (RJ/GO) se classificou ao derrotar Arthur/Patrik (MS/PR) por 2 sets a 1 (21/13, 19/21 e 12/15); e Raul/Álvaro Andrade (SE) ficou com a quarta vaga ao vencer Rafael/Renato (PB) por 2 sets a 1 (21/18, 17/21 e 15/11).

Entre os quatro que avançaram, apenas Marcos Cabral e Lázaro tiveram que disputar três rodadas, por conta da posição no ranking do classificatório, enquanto os demais venceram duas vezes. Já estavam garantidos Ramon Gomes/Adrielson (RJ/PR), Jefferson/Miguel (CE/MS), Léo Vieira/Jô (DF/PB), Eduardo Davi/Borlini (PR/ES), Anderson Melo/Averaldo (RJ/TO), Vinícius/Fernandão (ES), Bernat/Ferramenta (RJ) e Márcio Araújo/Hevaldo (CE).

A competição conta com 12 duplas em cada gênero, divididas em três grupos de quatro. Oito delas já entram direto na fase de grupos, pelo ranking de entradas, enquanto quatro times saem da disputa do classificatório, que ocorre nesta sexta. Os primeiros e segundos de cada chave, além de dois melhores terceiros, vão às quartas de final, e deste ponto o torneio segue em formato eliminatório simples.

A temporada do Challenger é composta por quatro etapas. Na abertura, em Maringá (PR), títulos para Márcio Araújo/Luciano (CE/ES) e Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE). Após a parada do Rio de Janeiro (RJ), neste final de semana, as cidades de Jaboatão dos Guararapes (PE) e Brasília (DF) recebem o tour entre os meses de junho e agosto.

A competição ocorre no intervalo entre o final de uma temporada do Circuito Brasileiro Open e início da seguinte, mantendo em atividade atletas que não estão disputando o Circuito Mundial. Os campeões de uma etapa recebem 200 pontos no ranking geral e cerca de R$ 13 mil em premiações. Somando os dois naipes, o torneio distribui quase R$ 130 mil.

VEJA TODOS OS RESULTADOS DO DIA
http://www.aplicativoscbv.com.br/challenger/tabelas_o.asp

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro