Vivian/Vitoria (PA/RJ) e Marcus/Luciano (RJ/ES) conquistam etapa

Publicado em: 01/07/2018 15:21

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 01.07.2018

Os campeões da etapa do Rio de Janeiro (RJ) do Circuito Challenger de vôlei de praia 2018 foram conhecidos neste domingo (01.07), após disputas das partidas finais. Marcus e Luciano (RJ/ES), no masculino, e Vivian/Vitória (PA/RJ), no feminino, subiram ao lugar mais alto do pódio. Ambos saíram do classificatório e conseguiram uma campanha perfeita na arena montada na Escola de Educação Física do Exército, na Urca.

Luciano conquista o segundo título consecutivo no Challenger, já que havia vencido também a primeira etapa, disputada no mês passado em Maringá (PR), mas ao lado de outro parceiro: Márcio Araújo (CE). A terceira etapa da temporada ocorre de 20 a 22 de julho, em Brasília (DF), enquanto a quarta e última parada será disputada em Jaboatão dos Guararapes (PE), de 17 a 19 de agosto.

Marcus e Luciano ficaram com o ouro ao vencerem na decisão Matheus Maia e Felipe Cavazin (RJ/PR) por  2 sets a 1 (22/20, 14/21, 20/18), em 55 minutos de duração. As duas duplas vieram do classificatório, disputando dois jogos a mais jogos que os adversários. A campanha de Marcus e Luciano no Rio de Janeiro contou com seis vitórias e apenas um revés, na fase de grupos, justamente para Maia/Cavazin.

Na disputa de bronze, vitória de Rodrigo Bernat e Ferramenta (RJ) por 2 sets a 1 (18/21,24/22, 10/15) sobre Ramon Gomes e Adrielson (RJ/PR), em 53 minutos, completando o pódio.

Feminino
Vivian e Vitória, que na primeira etapa da temporada não haviam nem sequer passado do classificatório, conseguiram uma campanha impecável no Rio de Janeiro, com sete vitórias em sete jogos. Na final, vitória por 2 sets a 1 (18/21, 21/17, 11/15), em 48 minutos, sobre Tainá e Victoria (SE/MS). O bronze ficou com Andrezza e Neide (AM/AL), que superaram Elize Maia/Maria Clara (ES/RJ) por 2 sets a 0 (21/16, 21/11), em 30 minutos.

A competição conta com 12 duplas em cada gênero, divididas em três grupos de quatro. Oito delas já entram direto na fase de grupos, pelo ranking de entradas, enquanto quatro times saem da disputa do classificatório, disputa preliminar que ocorre no primeiro dia. Os primeiros e segundos de cada chave, além de dois melhores terceiros, vão às quartas de final, e deste ponto o torneio segue em formato eliminatório simples.

A temporada do Challenger é composta por quatro etapas. Na abertura, em Maringá (PR), títulos para Márcio Araújo/Luciano (CE/ES) e Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE). Após a parada do Rio de Janeiro (RJ), neste final de semana, as cidades de Jaboatão dos Guararapes (PE) e Brasília (DF) recebem o tour entre os meses de junho e agosto.

Os campeões de uma etapa recebem 200 pontos no ranking geral e cerca de R$ 13 mil em premiações. Somando os dois naipes, o torneio distribui quase R$ 130 mil. É a segunda vez que Maringá (PR) abre a temporada do Challenger, já que em 2017 o mesmo aconteceu. Na oportunidade, Josi/Lili (SC/ES) e Fernandão/Bruno (ES/AM) foram os vencedores.

VEJA TODOS OS RESULTADOS DO TORNEIO FEMININO
http://www.aplicativoscbv.com.br/challenger/tabopen/tabelatodas.asp?site=1005&sexo=F

VEJA TODOS OS RESULTADOS DO TORNEIO MASCULINO
http://www.aplicativoscbv.com.br/challenger/tabopen/tabelatodas.asp?site=1005&sexo=m

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro