Gstaad é a próxima parada para os brasileiros na temporada 2018

Publicado em: 09/07/2018 16:29

Depois de passar por Espinho (POR) e Anapa (RUS) na semana passada, o Circuito Mundial de vôlei de praia 2018 segue agora para a suíça. A cidade de Gstaad, no meio dos alpes, abre mais uma vez as portas para as principais duplas da modalidade. A partir desta terça-feira (10.07) o local será palco de um evento de nível 5 estrelas. O Brasil, que possui 17 títulos na história da competição (oito no masculino e nove no feminino), terá oito duplas na busca por medalhas.

No torneio masculino, George e Thiago (PB/SC) conquistaram o direito de participar da fase classificatória após vencerem os dois jogos do country quota brasileiro, nesta segunda-feira (09.07). Primeiro eles superaram Álvaro Filho/Luciano (PB/ES) por 2 sets a 1 (19/21, 21/14 e 15/12). Depois foi a vez de passarem por Ricardo/Guto (BA/RJ) em dois sets (21/15 e 21/17). Agora eles buscarão uma das oito vagas restantes na chave principal. O primeiro desafio será contra os chineses Ha Likejang e Wu Jiaxin.

“Nós ainda não temos muita informação sobre os chineses, mas o Ernesto (Vogado, técnico da dupla) deve ter uma ideia de como jogar contra eles. De qualquer forma daremos o nosso melhor. Estamos muito felizes por termo conseguido a vaga no qualificatório, e sabemos que não teremos vida fácil para chegarmos ao torneio principal, mas estamos confiantes”, disse George após a classificação.

Caso Thiago e George garantam um lugar na fase de grupos, eles se juntarão a outros três times do Brasil: Alison/André (ES), Pedro Solberg/Bruno Schmidt (RJ/DF) e Evandro/Vitor Felipe (RJ/PB).

Pelo lado feminino, Ana Patrícia e Rebecca (MG/CE) começam no torneio qualificatório e estreiam contra Angela Lobato/Amaranta Navarro (ESP). No torneio principal já estão garantidas Ágatha/Duda (PR/SE), Maria Elisa/Carol Solberg (RJ) e Taian/Carol Horta (CE).

A etapa de Gstaad é a segunda de três etapas do nível cinco estrelas do Circuito Mundial. Desde 2017, as competições são classificadas de uma a cinco estrelas de acordo com a pontuação e a premiação que oferecem aos atletas. O torneio é composto por 32 times no masculino e o mesmo número no feminino, rendendo 40 mil dólares aos campeões e 1200 pontos no ranking.

CAMPEÕES EM GSTAAD

Masculino

2001 – Metzger/Wong (EUA)

2002 – Baracetti/Conde (ARG)

2003 – Márcio Araújo/Benjamin (BRA)

2004 – Heuscher/Kobel (SUI)

2005 – Ricardo/Emanuel (BRA)

2006 – Ricardo/Emanuel (BRA)

2007 – Dalhausser/Rogers (EUA)

2008 – Harley/Pedro Solberg (BRA)

2009 – Brink/Reckermann (ALE)

2010 – Dalhausser/Rogers (EUA)

2011 – Alison/Emanuel (BRA)

2012 – Gibb/Rosenthal (EUA)

2013 – Ricardo/Álvaro Filho (BRA)

2014 – Dalhausser/Rosenthal (EUA)

2015 – Alison/Bruno Schmidt (BRA)

2016 – Evandro/Pedro Solberg (BRA)

2017 – Dalhausser/Lucena (EUA)

Feminino

2000 – Adriana Behar/Shelda (BRA)

2001 – Adriana Behar/Shelda (BRA)

2002 – Walsh/May (EUA)

2003 – Walsh/May (EUA)

2004 – Walsh/May (EUA)

2005 – Juliana/Larissa (BRA)

2006 – Walsh/May (EUA)

2007 – Walsh/May (EUA)

2008 – Ana Paula/Shelda (BRA)

2009 – Maria Elisa/Talita (BRA)

2010 – Juliana/Larissa (BRA)

2011 – Juliana/Larissa (BRA)

2012 – Walsh/May (EUA)

2013 – Chen Xue/Xi Zang (CHN)

2014 – Holtwick/Semmler (ALE)

2015 – Larissa/Talita (BRA)

2016 – Larissa/Talia (BRA)

2017 – Labourer/Sude (ALE)

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro