Tainá/Victoria e Jô/Léo Vieira conquistam o título da etapa de Brasília (DF)

Publicado em: 22/07/2018 14:48

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 22.07.2018

A terceira etapa do Circuito Brasileiro Challenger de vôlei de praia contou com dois novos campeões na temporada 2018. Tainá/Victoria (SE/MS) e Jô/Léo Vieira (PB/DF) conquistaram a medalha de ouro na manhã deste domingo (22.07) ao superarem adversários pelas semifinais e finais realizadas na arena montada no Parque da Cidade.

Assim, em três etapas realizadas em cidades diferentes, o Challenger conta com três diferentes campeões, tanto no masculino, quanto no feminino. O tour segue agora para Jaboatão dos Guararapes (PE), com disputas de 17 a 19 de agosto. O evento é transmitido a partir da fase de grupos pelo Facebook da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV).

Na decisão do torneio feminino, Tainá e Victoria superaram Juliana e Andressa (CE/PB) por 2 sets a 1 (21/19, 15/21, 12/15), de virada, em 51 minutos de duração. Na disputa da medalha de bronze, Neide e Andrezza (AL/AM) venceram Vivian e Vitoria (PA/RJ) por 2 sets a 0 (21/14, 21/19), em 35 minutos, completando o pódio.  Victoria comentou a conquista.

“Estamos muito felizes pela medalha de ouro. Chegamos duas semanas atrás em Brasília, treinando sem a Cida Lisboa, nossa técnica, que estava no Mundial Sub-19 com a seleção brasileira. Ela é uma grande treinadora e sabíamos que faria falta no banco de reservas, mas felizmente deu tudo certo, nossa dupla está evoluindo. Havíamos conseguido um quarto lugar e uma prata, esse ouro estava faltando e finalmente alcançamos”, declarou.

Tainá e Victoria tiveram campanha perfeita com cinco vitórias em cinco jogos e seguem também na liderança do ranking geral, que soma a pontuação de cada etapa. Elas chegaram aos 1.040 pontos e são seguidas por Juliana e Andressa, que têm 960 pontos. Tainá comentou a importância da paciência da dupla após perder o primeiro set.

“Foi uma final emocionante, perdemos o primeiro set, mas soubemos nos recompor para crescer no segundo set e no tie-break. O jogo só acaba quando o árbitro apita, soubemos correr atrás, nos superar. Estávamos treinando duro, em duas etapas batemos na trave, mas agora alcançamos o resultado de toda dedicação que tivemos na semana”, disse.

No naipe masculino, Léo Vieira (DF), jogando em casa, superou ao lado do parceiro Jô (PB) na decisão Allison Francioni e Márcio Araújo (SC/CE) por 2 sets a 0 (21/17, 23/21), em jogo emocionante de 40 minutos. Na disputa da medalha de bronze, melhor para Vinícius e Fernandão (ES), que venceram os irmãos gêmeos paraibanos Rafael e Renato (PB) por 2 sets a 0 (21/19, 21/18), também em 40 minutos. Léo comemorou o triunfo em casa.

“Trabalhamos duro após a última etapa, onde não tivemos o resultado que gostaríamos. Jogar em casa já é sempre incrível, com a possibilidade de sair com uma medalha de ouro, então, melhor ainda. Quero agradecer nossos centros de treinamento e ao Jô, que me ajudou em todos os momentos. Foi uma final fantástica que ficará na minha memória”, declarou.

A campanha dos campeões teve quatro vitórias e um revés na fase de grupos. Nas etapas anteriores Léo e Jô haviam conquistado um quarto lugar e um nono lugar. O ranking geral do naipe masculino tem na liderança Jefferson e Miguel (CE/MS), que somam 800 pontos.

O Challenger é composto por quatro torneios em quatro cidades diferentes, entre junho e agosto de 2018. Ele ocorre entre o início de uma temporada e o término de outra do Circuito Brasileiro Open, mantendo em atividade atletas que não estão atuando no Circuito Mundial, garantindo um calendário competitivo durante todo ano para mais competidores.

Já foram realizadas as etapas de Maringá (PR) e Rio de Janeiro (RJ), e após a disputa em Brasília (DF), o tour segue para a região Nordeste, em Jaboatão dos Guararapes (PE), de 17 a 19 de agosto, na última parada. Além dos campeões de cada cidade, também existe um campeão geral, com a soma dos pontos obtidos nos quatro eventos.

Na abertura do Challenger, em Maringá (PR), títulos para Márcio Araújo/Luciano (CE/ES) e Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE). Na segunda etapa, no Rio de Janeiro (RJ), Vivian/Vitoria (PA/RJ) e Marcus/Luciano (RJ/ES) ficaram com a medalha de ouro. Os campeões de uma etapa recebem 200 pontos no ranking geral e cerca de R$ 13 mil em premiações.

VEJA A GALERIA DE FOTOS
http://2018.cbv.com.br/galeria/2057/brasilia-df---22.07.2018---circuito-challenger

VEJA OS RESULTADOS DO TORNEIO MASCULINO
http://www.aplicativoscbv.com.br/challenger/tabopen/tabelatodas.asp?site=1006&sexo=m

VEJA OS RESULTADOS DO TORNEIO FEMININO
http://www.aplicativoscbv.com.br/challenger/tabopen/tabelatodas.asp?site=1006&sexo=F

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro