Duplas brasileiras são definidas para último Major Series do ano, em Viena

Publicado em: 30/07/2018 15:41

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 30.07.2018

As duplas brasileiras encaram nesta semana um dos principais desafios do Circuito Mundial de vôlei de praia 2018. A terceira e última etapa nível cinco estrelas da atual temporada acontece de terça-feira (31.07) a domingo (05.08) em Viena, na Áustria, com a participação dos melhores times do planeta. O Brasil tem seis duplas já garantidas na fase principal do torneio, além de duas que buscarão a vaga no torneio classificatório.

No naipe masculino, três duplas do Brasil já entraram em ação nesta segunda-feira (30.07), pelo country quota, quando o número de inscritos é superior ao limite de cada federação.

No primeiro duelo, vitória de Thiago/George (SC/PB) por 2 sets a 0 (21/19, 21/18) sobre Álvaro Filho/Saymon (PB/MS). Horas depois, Ricardo/Guto (BA/RJ), que tinha melhor ranking, enfrentou Thiago/George, vencendo por 2 sets a 0 (21/15, 21/17), ficando com a vaga.

“São três times muito nivelados, o country quota será sempre difícil. Em quatro torneios, é a segunda vez que conseguimos passar desta fase. Mas o importante é entrarmos bem fisicamente, descansados e preparados. Guto e eu ainda estamos nos conhecendo, não tivemos tanto tempo para treinarmos juntos, ainda vamos um pouco na individualidade, mas vamos passo a passo. Felizes pela vaga”, disse Ricardo.

Ricardo e Guto buscarão agora a vaga na fase de grupos disputando o classificatório, realizado nesta terça-feira, em jogos eliminatórios com outras duplas do mundo. Já outras três duplas brasileiras no naipe masculino já estão classificadas pelo ranking de entradas: Alison/André Stein (ES), Evandro/Vitor Felipe (RJ/PB) e Pedro Solberg/Bruno Schmidt (RJ/ES), que começam a participação no torneio a partir de quinta-feira (02.08).

No torneio feminino, as três duplas já garantidas na fase de grupos pelo ranking são Ágatha/Duda (PR/SE), Carolina Solberg/Maria Elisa (RJ) e Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ), entrando em quadra a partir de quarta-feira (01.08). Já Elize Maia e Maria Clara (ES/RJ) disputam o torneio classificatório em busca da vaga nesta terça-feira (31.07).

Ausente da última etapa cinco estrelas, em Gstaad, por conta de dores no ombro, Fernanda Berti comentou a expectativa para a disputa do torneio em Viena.

“Gstaad é um lugar especial e é sempre fantástico jogar em uma cidade linda e com grande tradição no nosso esporte. Mas ficar pensando que não pudemos jogar não ajudaria, então focamos e trabalhamos forte com Viena em mente, sabendo que Gstaad estará lá no ano que vem, incrível como sempre. Tentamos tirar vantagem do tempo maior e trabalhamos muito duro, descansar neste ponto da temporada não é uma opção”, disse Berti.

Viena foi palco do Campeonato Mundial de 2017, quando a então dupla Evandro/André Stein (RJ/ES) conquistou a medalha de ouro. Evandro comentou o retorno ao palco de sua principal conquista, agora ao lado de Vitor Felipe, buscando repetir os bons momentos.

“Nosso ciclo juntos foi muito positivo e conseguimos muitas coisas importantes. Sou grato pelo tempo que tivemos como parceiros, mas agora estamos focados em nossas novas equipes e tentando fazer com que deem certo da melhor maneira. Foi uma semana fantástica e não posso esperar para voltar este ano”, analisou o carioca.

As duplas brasileiras somam até agora 22 medalhas no Circuito Mundial de vôlei de praia 2018, sendo oito de ouro, 10 de prata e quatro de bronze (veja a lista completa abaixo). É a 21ª etapa do tour internacional disputada na Áustria, que tinha em Klagenfurt uma das paradas mais tradicionais. O Brasil já conquistou 16 medalhas de ouro, somando homens e mulheres.

Viena é a terceira etapa do nível cinco estrelas de três em disputa na temporada 2018. Desde 2017, a Federação Internacional de Voleibol (FIVB) classifica os torneios de uma a cinco estrelas, de acordo com a premiação e o número de pontos que oferecem. O campeonato na Áustria rende 1.200 pontos aos campeões, além de uma premiação de cerca de R$ 150 mil.

BRASIL NO CIRCUITO MUNDIAL 2018:

Etapa de Haia - Holanda (4 estrelas)
Maria Elisa/Carol Solberg - prata

Etapa de Fort Lauderdale - EUA (5 estrelas)
Fernanda Berti/Bárbara Seixas - ouro
Carol Horta/Taiana - prata

Etapa de Xiamen - China (4 estrelas)
Alison/Bruno Schmidt - bronze

Etapa de Huntington Beach - EUA (4 estrelas)
Fernanda Berti/Bárbara Seixas - ouro
Maria Elisa/Carol Solberg - prata
Evandro/André Stein - prata

Etapa de Itapema - Brasil (4 estrelas)
Ágatha/Duda - ouro
Evandro/André Stein - ouro

Etapa de Miguel Pereira - Brasil (1 estrela)
Vinícius/Luciano - ouro
Bernat/Harley - prata
Ramon Gomes/Álvaro Andrade - bronze
Aline/Diana - prata
Tainá/Victoria - bronze

Etapa de Nantong - China (2 estrelas)
Josi/Lili - ouro

Etapa de Nanquim - China (2 estrelas)
Josi/Lili - ouro

Etapa de Manavat - Turquia (1 estrela)
Oscar/Luciano - ouro

Etapa de Varsóvia - Polônia (4 estrelas)
Evandro/Vitor Felipe - prata
Ágatha/Duda -bronze

Etapa de Espinho – Portugal (4 estrelas)
Ricardo/Guto – prata
Maria Elisa/Carol Solberg - prata

Etapa de Haiyang - China (3 estrelas)
Thiago/George - prata

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro