Embaladas, duplas brasileiras disputam etapa três estrelas na China

Publicado em: 27/09/2018 17:22

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 27.09.2018

As duplas brasileiras voltam a entrar em ação pelo Circuito Mundial neste final de semana, com a disputa da etapa três estrelas de Qinzhou, na China. A competição, que vai de 30 de setembro ao dia 4 de outubro, já é válida pela temporada 2018/2019 do tour e contará com duplas que chegam empolgadas por bons resultados, especialmente em eventos chineses.

No feminino, serão quatro equipes representando o Brasil: Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE), que venceram as três últimas três etapas de Circuito Brasileiro, Josi/Lili (SC/ES), que venceram duas etapas do Circuito Mundial 17/18 na China, e Maria Clara/Elize Maia (RJ/ES), que neste mês conquistaram também na China um bronze, a primeira medalha da dupla recém-formada. Todas partem da fase de grupos e entram em quadra a partir de segunda-feira (01.10).

Além delas, Carolina Horta e Ângela (CE/DF) disputam o classificatório, buscando vaga na fase de grupos. Para isso, precisam vencer um jogo eliminatório no domingo (30.09). Já no naipe masculino, os únicos representantes serão Oscar e Luciano (RJ/ES), que já estão garantidos na fase de grupos e também jogam a partir de segunda-feira.

Maria Clara comentou a preparação para a etapa de Qinzhou menos de duas semanas depois de ter ficado com o bronze na etapa de Zhongwei.

“Estamos muito animadas, chegamos da China há 11 dias, não é uma viagem fácil pela distância. Ainda mais duas vezes em um curto período, mas estamos muito preparadas mentalmente, tecnicamente, fisicamente. Estamos no embalo. Fizemos uma programação, uma preparação específica. Estamos bastante focadas para o início de uma série de torneios muito importantes para nós, vamos firmes e fortes”, disse a carioca.

Ana Patrícia e Rebecca, que estão embaladas por três ouros em etapas nacionais, também comentaram a expectativa para a etapa do Circuito Mundial.

“Estamos motivadas, trabalhando forte para conseguir bons resultados fora do país. Esperamos repetir o bom desempenho do Circuito Brasileiro, agora no Mundial. Nossa comissão técnica está fazendo um excelente trabalho para estarmos prontas, tanto mentalmente, quanto na parte tática, técnica. Vamos buscar representar o país da melhor maneira possível”, disse a mineira Ana Patrícia, de 1,94m.

A etapa três estrelas conta com 32 times, divididos em oito grupos de quatro. Os primeiros colocados de cada chave avançam direto às oitavas de final, enquanto segundos e terceiros disputam uma rodada extra. Os torneios de categoria três estrelas rendem 600 pontos aos campeões, além de cerca de R$ 40 mil em prêmios.

O Circuito Mundial retorna a Qinzhou pela segunda temporada consecutiva. Em 2017, times da Austrália e Rússia venceram no feminino e masculino, respectivamente. Ao todo, são cerca de R$ 600 mil distribuídos aos atletas na competição chinesa.

Após Qinzhou, a China receberá mais um evento do Circuito Mundial 2018/2019, de 10 a 14 de outubro. Será a etapa quatro estrelas de Yangzhou.

Platform 1440
Também neste final de semana, atletas brasileiros disputam o Platform 1440, torneio nos EUA criado pela tricampeã olímpica norte-americana Kerry Walsh. A competição ocorre em San Jose, na Califórnia, de sexta-feira (28.09) a domingo (30.09), e contará com duplas convidadas pela organização. Estarão presentes as atuais campeãs brasileiras Carol Solberg/Maria Elisa (RJ), Taiana (CE), que atuará com uma atleta estrangeira, além de Álvaro Filho (PB), Harley (DF), Moisés (BA), Pedro Solberg (RJ) e Ricardo (BA).

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro