Brasil leva ouro com Josi/Neide e bronze com Thiago/George

Publicado em: 20/01/2019 19:04

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 20.01.2019

A primeira etapa do Circuito Sul-Americano de vôlei de praia 2019 contou com grande atuação das duplas brasileiras, que saíram com duas das seis medalhas em disputa nas finais disputadas manhã deste domingo (20.01). Josi e Neide (SC/AL) ficaram com a medalha de ouro no naipe feminino, enquanto Thiago e George (SC/PB) levaram o bronze no masculino, fazendo a festa da torcida de São Francisco do Sul (SC).

Josi e Neide tiveram uma campanha perfeita, vencendo os seis jogos que disputaram, três pela fase de grupos, e em sequência pelas quartas de final, semifinal e disputa do ouro. Neste domingo, abriram o dia superando na semifinal as argentinas Ana Gallay e Pereyra, por 2 sets a 0 (21/13, 21/14). Horas depois, na final, vitória por 2 a 0 (21/12, 21/18) sobre as colombianas Diana e Yuli, garantindo o título e 200 pontos ao Brasil no ranking geral.

Ainda no naipe feminino, Juliana e Andressa (CE/PB) encerraram a disputa na quarta colocação. Neste domingo, elas acabaram superadas pelas colombianas na semifinal, por 2 sets a 0 (21/16, 21/16), e, em seguida, na disputa pelo terceiro lugar, acabaram derrotadas pelas argentinas Ana Gallay e Pereira por 2 sets a 1 (16/21, 21/18, 8/15). Val e Érica Freitas (RJ/MG) haviam sido eliminadas no sábado, na fase de grupos.

Masculino

Entre os homens, medalha e pontos importantes obtidos por Thiago e George (SC/PB), que se recuperaram da derrota na semifinal, na manhã deste domingo. Eles foram vencidos pelos chilenos Marco e Esteban Grimalt por 2 sets a 0 (21/14, 21/19) e foram para a disputa do terceiro lugar. Valendo um lugar no pódio, superaram os uruguaios Cairus e Vieyto por 2 sets a 0 (21/17, 21/19), somando 160 pontos para o Brasil no ranking geral.

No último sábado, Eduardo Davi/Adrielson (PR) e Averaldo/Bruno de Paula (TO/AM) haviam ficado na quinta posição, ao serem eliminados nas quartas de final. Já Jô e Léo Vieira (PB/DF) deram adeus ao torneio uma etapa antes, na fase de grupos.

O ouro ficou com os chilenos Marco e Esteban, que na final superaram os argentinos Azaad e Capogrosso por 2 sets a 0 (21/15, 21/12). Os pontos obtidos a cada etapa vão para o país, de acordo com a classificação final da melhor dupla nos eventos. Ao final, os pontos são somados e o país na liderança do ranking é declarado campeão geral.

O Circuito Sul-Americano contará em 2019 com cinco etapas e dois torneios ‘Finals’, com maior pontuação e premiação, sendo um para o naipe masculino, e outro para o naipe feminino. Além de São Francisco do Sul, estão confirmadas etapas em Coquimbo (Chile), Lima (Peru), Brasília (DF) e Camaçari (Bahia). Os torneios ‘Finals’ serão em Resistência (Argentina), para o naipe feminino, e Brasil, em cidade à definir, no masculino.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro