Medalhista olímpico e estreante avançam à fase de grupos em São Luís (MA)

Publicado em: 23/01/2019 17:36

Em São Luís (MA) – 23.01.2019

A disputa do torneio classificatório, nesta quarta-feira (23.01), definiu as últimas oito vagas à fase de grupos da etapa de São Luís (MA) do Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia. Foram realizados 32 jogos, com presença de 40 duplas, na arena montada na Ponta do Farol, ao lado da Lagoa da Jansen. Destaque para dois cearenses, um de 45 anos, medalhista olímpico e referência na modalidade, outro, de 21, que começa a trilhar os caminhos no esporte.

Nesta quinta-feira (24.01), além da fase de grupos do torneio masculino, que começa às 10h (horário de Brasília), também ocorrem jogos do classificatório feminino. As partidas seguem até 18h e os duelos da quadra central contam com transmissão ao vivo pelo Facebook da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV).

Os oito times que avançaram ao vencerem duas rodadas eliminatórias seguidas foram Miguel/Raul (MS/RJ), Léo Gomes/Márcio Gaudie (RJ), Álvaro Andrade/Fábio (RJ/CE), Matheus Maia/Vinícius Cardozo (RJ), Gabriel Santiago/Lipe (DF/CE), Allison Francioni/Márcio Araújo (SC/CE), Rafael/Renato (PB) e Alyson/Allyson Lima (CE).

OUÇA E BAIXE A ENTREVISTA DO MEDALHISTA MÁRCIO ARAÚJO

Márcio Araújo (CE), prata nos Jogos de Pequim-2008, tem uma relação especial com a capital maranhense. A cidade foi palco de seu primeiro pódio no tour nacional, em 1994. Na última etapa disputada na cidade, em 2014, foi campeão ao lado de Ricardo (BA). Agora, junto de um representante da nova geração – o também cearense Allison Francioni, 25 anos – conseguiu avançar à fase de grupos e brigará novamente pelas primeiras colocações.

“É muito bacana estar novamente aqui, competindo, participando junto de tantos bons jogadores. São Luís é um lugar bastante especial para mim. Foi onde conquistei meu primeiro pódio, minha primeira medalha no Circuito Brasileiro, vinte e quatro anos atrás, em 1994. Foi um bronze jogando ao lado de Magal”, disse Márcio, que completou.

“Poder retornar 24 anos depois para um lugar em que tenho muitos amigos, pessoas queridas, e conseguir jogar bem, tudo isso é ótimo. Vamos somar pontos importantes, já que eu tinha parado de jogar e fiquei sem pontos, então aos poucos vamos subindo degraus para ficar no ranking”, disse Márcio, que ao lado de Allison venceu Gustavo/Gabriel (CE) por 2 sets a 0 (21/8, 21/11), e Luizão/Daniel Souza (AM/RJ) também por 2 a 0 (21/11, 21/10).

Se um experiente campeão avançou, outro jovem cearense começou a buscar seu espaço na etapa de São Luís. Alyson, bloqueador de 21 anos, passou à fase de grupos ao vencer duas rodadas junto do parceiro e xará Allyson Lima. Foi a primeira classificação do cearense à etapa principal do Open, com expectativa de uma evolução constante.

“Somos do Ceará, mas não havíamos jogado juntos na base. Quando jogaríamos uma etapa juntos, acabei me lesionando. E na temporada passada acabei tendo dificuldades pessoais, não consegui atuar. Então essa vaga é tem um sabor muito especial, fico muito feliz em dar esse passo. Até agora felizmente está dando tudo certo, estávamos atuando tranquilos no classificatório, meu parceiro está jogando bem e vamos seguir motivados”, disse Alyson, que superou Matheus Baby/Patrick (RJ/PR) por 2 sets a 0 (21/18, 21/12) e Marcus/Pedro (RJ/PB) também por 2 sets a 0: 21/13, 21/17.

As oito equipes classificadas se juntam nesta quinta-feira aos 16 times que já estavam garantidos pelo ranking de entradas, completando as 24 equipes para a disputa da fase de grupos. Os três melhores de cada chave avançam para a segunda fase, quando a competição segue com oitavas de final, quartas de final, semifinais e disputas de medalha.

No masculino, os 16 times garantidos pelo ranking de entradas são Pedro Solberg/Bruno Schmidt (RJ/DF), Alison/André Stein (ES), Evandro/Vitor Felipe (RJ/PB), Guto/Saymon (RJ/MS), Thiago/George (SC/PB), Eduardo Davi/Adrielson (PR), Hevaldo/Arthur Lanci (CE), Léo Vieira/Jô (DF/PB), Averaldo/Bruno (TO/AM), Oscar/Luciano (RJ/ES), Harley/Jeremy (DF/EUA), Ricardo/Álvaro Filho (BA/PB), Ramon Gomes/Fernandão (RJ/ES), Luccas Lima/Bernardo Lima (SP/CE), Moisés/Vinícius (BA/ES) e Jefferson/Anderson Melo (CE/RJ).

Na primeira etapa da temporada, disputada em setembro de 2018, em Palmas (TO), Hevaldo/Arthur Lanci (CE/PR) e Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) ficaram com a medalha de ouro. Já na segunda parada, disputada no mês de outubro, em Vila Velha (ES), títulos para Guto/Saymon (RJ/MS) e Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ). Em Campo Grande (MS), em novembro, ouro de Pedro Solberg/Bruno Schmidt (RJ/DF) e Ágatha/Duda (PR/SE).

Além das duplas campeãs de cada etapa, também existem os campeões gerais da temporada, somando a pontuação obtida nos sete eventos. A competição distribui R$ 45 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são distribuídos quase R$ 500 mil por etapa.

VEJA TODOS OS RESULTADOS DO DIA 
http://www.aplicativoscbv.com.br/circuitobb/tabopen/tabelatodas.asp?site=38&sexo=m

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro