Brasil começa com sete vitórias em oito jogos na etapa do Chile

Publicado em: 01/02/2019 19:43

Da redação, no Rio de Janeiro – 01.02.2019

O Brasil largou com bons resultados na segunda etapa do Circuito Sul-Americano de vôlei de praia 2019, disputada na cidade de Coquimbo, no Chile. Foram oito partidas pela fase de grupos nesta sexta-feira (01.02), com sete vitórias. A única derrota aconteceu em um duelo entre os dois times brasileiros no naipe masculino. Neste sábado (02.02) ocorrem os últimos jogos dos grupos e as disputas das quartas de final.

No naipe feminino, as duas equipes brasileiras – Tainá/Victoria (SE/MS) e Carolina Horta/Ângela (CE/DF) – venceram as duas rodadas e lideram seus grupos. Tainá e Victoria começaram o dia superando as chilenas Mardones e Natalia por 2 sets a 0 (21/7, 21/13). Horas mais tarde, vitória sobre as peruanas Calle e Mendoza, também por 2 a 0 (21/13, 21/13). Victoria analisou o começo da parceria no torneio.

“É ótimo começar com duas vitórias, tivemos jogos relativamente mais tranquilos, conseguimos impor nosso jogo sem corrermos tantos riscos nas duas rodadas. Conversamos com Carolina Horta/Ângela para que os dois times tivessem uma boa largada, saindo em primeiro lugar na chave, para que a gente garanta o Brasil na final. Vamos buscar manter esse bom ritmo e lutar por uma medalha para nosso país”, declarou a campeã mundial Sub-19.

Tainá e Victoria encerram participação no grupo B contra as peruanas Serna e Allcca neste sábado. Carolina Horta e Ângela também começaram com bons resultados. Na estreia, superaram as colombianas Diana e Yuli, vice-campeãs da etapa passada: 2 sets a 0 (21/15, 23/21). Na segunda rodada, vitória sobre as paraguaias Michelle e Erika também em sets diretos, com parciais de 21/17, 21/16. As brasileiras fecham o grupo C contra as paraguaias Fillippo e Poletti em duelo deste sábado.

Já no naipe masculino, a rodada de estreia colocou as duas equipes brasileiras frente a frente pelo grupo C. Jô e Léo Vieira (PB/DF) começaram vencendo Hevaldo/Arthur Lanci (CE/PR) por 2 sets a 0 (25/23, 22/20). Mais tarde, o paraibano e o brasiliense venceram mais uma, desta vez contra os colombianos Murray e Manjarres por 2 a 0 (21/16, 21/14), assumindo a liderança.

Hevaldo e Arthur se recuperaram da derrota na estreia e venceram os equatorianos Joel e Leon por 2 sets a 0 (21/16, 21/12). Neste sábado, eles fecham participação enfrentando Murray/Manjarres e avançam às quartas de final com uma vitória, enquanto Jô/Léo Vieira encara o time equatoriano.

Os pontos obtidos em cada etapa vão para o país, de acordo com a classificação final da melhor dupla de cada nação nos eventos. Ao final, os pontos são somados e o país na liderança do ranking é declarado campeão geral. 

Na primeira etapa da temporada, em São Francisco do Sul (SC), o Brasil conquistou a medalha de ouro no naipe feminino, com Josi/Neide (SC/AL), liderando o ranking geral com 200 pontos. No torneio masculino, Thiago e George (SC/PB) levaram a medalha de bronze, somando 160 pontos. O Chile lidera com 200, e a Argentina soma 180.

O Circuito Sul-Americano contará em 2019 com cinco etapas regulares e dois torneios ‘Finals’, com maior pontuação e premiação, sendo um para o naipe masculino, e outro para o naipe feminino. Além de São Francisco do Sul, estão confirmadas etapas em Coquimbo (Chile), Lima (Peru), Brasília (DF) e Camaçari (Bahia). Os torneios ‘Finals’ serão em Resistência (Argentina), para o naipe feminino, e Brasil, em cidade à definir, no masculino.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro