Brasileiros vencem no classificatório e avançam à fase de grupos em Ostrava

Publicado em: 29/05/2019 16:10

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 29.05.2019

As três duplas brasileiras que entraram em quadra nesta quarta-feira (29.05), pelo classificatório da etapa quatro estrelas de Ostrava (República Tcheca), venceram e conseguiram vaga na fase de grupos do torneio válido pelo Circuito Mundial 2019. André Stein/George (ES/PB), Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ) e Talita/Taiana (AL/CE) superaram duas rodadas eliminatórias e se juntam aos times que já estavam garantidos pelo ranking de entradas.

A fase de grupos começa nesta quinta-feira (30.05) - veja abaixo os confrontos - e o torneio continua até domingo (02.06), dia das finais dos dois naipes. As duplas Ágatha/Duda (PR/SE), Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) e Carol Solberg/Maria Elisa (RJ), no naipe feminino, e Pedro Solberg/Vitor Felipe (RJ/PB), Evandro/Bruno Schmidt (RJ/DF) e Alison/Álvaro Filho (ES/PB), no masculino, já estavam garantidas pelo ranking.

Atuais campeãs brasileiras, Fernanda Berti e Bárbara Seixas venceram na primeira rodada do classificatório as eslovacas Simanicova/Vandakova por 2 sets a 0 (21/12, 21/11), em 27 minutos. Horas depois, pela segunda e decisiva rodada, valendo a vaga, triunfo também em sets diretos sobre as chinesas Lin e Zeng, com parciais de 21/8, 21/14, em 28 minutos. Fernanda analisou a importância da vaga na fase principal do torneio.

"Fico feliz quando nós nos propomos a fazer uma coisa e conseguimos realizar. Nós conversamos bastante e falamos sobre a importância de entrarmos no jogo com o 'giro' alto, com foco alto, apesar do frio (risos). E nos dois jogos conseguimos fazer isso. Bárbara sacou muito bem e isso facilita bastante nosso sistema defensivo", analisou.

Fernanda e Bárbara estão no grupo E, fazendo a estreia contra as alemãs Bieneck/Schneider, ainda sem horário definido. No mesmo grupo estão Ágatha/Duda, que estreiam contra as austríacas Plesiutschnig/Schutzenhofer.

Talita e Taiana estrearam na primeira rodada do classificatório superando as húngaras Brigitta Denesi e Eszter Toth por 2 sets a 0 (21/7, 21/12), em 22 minutos. Na segunda partida do dia, valendo a vaga, duelo mais equilibrado, mas que também terminou com vitória das brasileiras sobre as espanholas Carro e Soria: 2 sets a 1 (21/14, 16/21, 15/9), em 40 minutos.

Talita e Taiana estreiam na chave B contra as russas Kholomina/Makroguzova. As tchecas Bonnerova/Maixnerova e as canadenses Bansley/Wilkerson completam o grupo. Já Ana Patrícia/Rebecca ficaram no grupo C, estreando contra as tchecas Kubickova/Kvapilova e tendo também como adversárias no grupo as alemãs Julia Sude/Karla Borger e as norte-americanas Kelly Claes/Sarah Sponcil. 

Carol Solberg e Maria Elisa estão no grupo H, abrindo participação no torneio contra as alemãs Meg Kozuch/Laura Ludwig. Completam a chave das brasileiras as letãs Graudina/Kravcenoka e as canadenses Sarah Pavan/Melissa Humana-Paredes.  

No naipe masculino, André Stein e George, que estrearam na última terça-feira, vencendo o country quota contra Guto/Saymon, somaram mais dois triunfos nesta quarta. Eliminaram na primeira rodada os eslovacos Nemec/Pokopec por 2 a 0 (21/14, 21/11), em 28 minutos. Horas depois, na partida valendo a vaga, vitória sobre os poloneses Rudol/Szalankiewicz por 2 sets a 1 (21/17, 17/21, 16/14), em 53 minutos.

André e George estão no grupo D e estreiam contra os compatriotas Alison/Álvaro Filho, ainda sem horário definido. Também estão na chave os catarianos Samba/Tijan e os alemães Ehlers/Fluggen. Pedro Solberg/Vitor Felipe estão na chave C e jogam contra os canadenses Pedlow/Schachter na estreia. Os russos Krasilnikov/Stoyanovskiy e os tchecos Bercik/Dumek completam o grupo.

Já Evandro e Bruno Schmidt, que foram prata na etapa passada, em Jinjiang (China), estão no grupo G e encaram na estreia os austríacos Seidl e Waller. Completam a chave os primos chilenos Marco e Esteban Grimalt e os chineses Peng Gao e Yang Li. 

Ostrava será o terceiro torneio do nível quatro estrelas em três semanas. O primeiro aconteceu em Itapema (SC), terminando no dia 19 deste mês. Na sequência veio a etapa de Jinjiang (China), encerrada no último domingo, e agora é a vez da cidade tcheca. A etapa de Ostrava conta pontos para a corrida olímpica brasileira. A cidade recebeu um torneio do Circuito Mundial pela primeira vez em 2018.

Os torneios do Circuito Mundial são divididos em estrelas (uma até cinco). Ostrava é o quinto torneio nível quatro estrelas disputado em 2019. Outros cinco desta categoria serão realizados até o final do ano. com distribuição de cerca de R$ 1,2 milhão em prêmios para todos os times em disputa, sendo cerca de R$ 80 mil para a dupla campeã de cada naipe.  A competição também dará 800 pontos aos campeões em cada naipe.

A corrida olímpica que define as duplas brasileiras para Tóquio-2020 leva em consideração os 10 melhores resultados nos eventos quatro e cinco estrelas, além do Campeonato Mundial. Essa disputa acontece em paralelo com a disputa para assegurar a vaga do país, que segue as regras da Federação Internacional de Voleibol (FIVB). Cada nação pode ser representada por, no máximo, duas duplas em cada naipe.

Os países possuem quatro maneiras de garantir a vaga: vencendo o Campeonato Mundial 2019; sendo finalistas do Classificatório Olímpico, que será disputado na China, também em 2019; estando entre as 15 melhores duplas do ranking olímpico internacional; vencendo uma das edições da Continental Cup (América do Norte, América do Sul, África, Ásia e Europa). O Japão, sede, tem uma dupla em cada naipe já garantida.

VEJA OS RESULTADOS DO DIA
http://worldtour.2019.fivb.com/en/709/schedule

VEJA A GALERIA DE FOTOS DO NAIPE MASCULINO
http://worldtour.2019.fivb.com/en/most2019/men/photos/qualification

VEJA A GALERIA DE FOTOS DO NAIPE FEMININO
http://worldtour.2019.fivb.com/en/wost2019/women/photos/qualification

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro