Brasil larga com vitórias das três duplas masculinas na etapa de Varsóvia

Publicado em: 13/06/2019 15:07

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 13.06.2019

Os times brasileiros do torneio masculino largaram com vitórias na etapa quatro estrelas de Varsóvia (Polônia) do Circuito Mundial de vôlei de praia 2019. Alison/Álvaro Filho (ES/PB), Evandro/Bruno Schmidt (RJ/DF) e Pedro Solberg/Vitor Felipe (RJ/PB) tiveram um triunfo nesta quinta-feira (13.06) e disputam a liderança de suas chaves nesta sexta-feira (14.06).

Diferente do torneio feminino, que contou com os dois jogos da fase de grupos nesta quinta, no masculino, apenas a primeira rodada foi realizada. Assim, além do final da fase de grupos, a repescagem também ocorre na sexta-feira. Oitavas e quartas de final ficam reservadas para o sábado (15.06), enquanto semifinais e disputas de medalha acontecem no domingo (16.06).

Alison e Álvaro Filho largaram com vitória sobre os canadenses Grant O'Gorman e Ben Saxton por 2 sets a 0 (21/13, 21/19), em 39 minutos. Eles disputam a primeira posição do grupo C contra os russos Krasilnikov/Stoyanovskiy, nesta sexta-feira, às 6h30 (de Brasília).

Evandro e Bruno Schmidt começaram a campanha em Varsóvia com triunfo sobre dupla da Alemanha: 2 sets a 0 (21/19, 21/18) contra Bergmann/Harms, em 38 minutos. A disputa do primeiro lugar do grupo F e vaga às oitavas de final será contra os vice-campeões olímpicos Daniele Lupo e Paolo Nicolai, às 5h40 (de Brasília) desta sexta.

Pedro Solberg e Vitor Felipe superaram na primeira partida do grupo A os russos Nikita Liamin e Taras Myskiv por 2 sets a 0 (21/19, 21/16), em 37 minutos. Eles enfrentarão nesta sexta-feira os donos da casa, os poloneses Fijalek/Bryl às 6h30 (de Brasília), pela primeira posição e vaga às oitavas de final da competição quatro estrelas.

A fase de grupos conta com 32 duplas divididas em oito chaves de quatro times. Eles jogam entre si, com os primeiros colocados avançando direto às oitavas de final. Segundos e terceiros vão disputam uma rodada eliminatória a mais, da repescagem. O torneio segue em formato eliminatório com quartas de final, semifinais e disputas de bronze e ouro.

Varsóvia já recebeu três torneios no naipe feminino e um no naipe masculino pelo Circuito Mundial, o último deles em 2018. O Brasil conquistou cinco medalhas em Varsóvia, sendo uma de ouro, duas de prata e duas de bronze. As duplas campeãs em Varsóvia recebem 800 pontos no ranking do Circuito Mundial e uma premiação de cerca de R$ 80 mil.

Na corrida olímpica do Brasil, apenas os eventos de quatro e cinco estrelas do Circuito Mundial, além do Campeonato Mundial, são contabilizados, cada um com peso correspondente. Além disso, os times terão uma média dos 10 melhores resultados obtidos, podendo descartar as piores participações. Só valem os pontos obtidos juntos, como dupla.

A corrida olímpica interna das duplas brasileiras acontece em paralelo à disputa da vaga do país, que segue as regras da Federação Internacional de Voleibol (FIVB). Cada nação pode ser representada por, no máximo, duas duplas em cada naipe.

Os países possuem quatro maneiras de garantir a vaga: vencendo o Campeonato Mundial 2019; sendo finalistas do Classificatório Olímpico, que será disputado na China, também em 2019; estando entre as 15 melhores duplas do ranking olímpico internacional; vencendo uma das edições da Continental Cup (América do Norte, América do Sul, África, Ásia e Europa). O Japão, sede, tem uma dupla em cada naipe já garantida.

VEJA OS RESULTADOS DO DIA
http://worldtour.2019.fivb.com/en/713/schedule

VEJA A GALERIA DE FOTOS DO NAIPE MASCULINO
http://worldtour.2019.fivb.com/en/mwar2019/men/photos/maindraw

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro