Cabo Frio (RJ) recebe a segunda etapa da temporada 2019

Publicado em: 04/07/2019 14:21

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 04.07.2019

A cidade de Cabo Frio (RJ) recebe a partir desta sexta-feira (05.07) a segunda etapa do Circuito Brasileiro Challenger de vôlei de praia 2019. A competição reúne duplas de todo país e terá entrada franca à torcida na arena montada na Praia do Forte. A disputa terá presença dos atletas que representarão o Brasil nos Jogos Pan-Americanos e da medalhista olímpica Juliana, campeã da primeira etapa da temporada, em Jaboatão (PE).

O Challenger é realizado entre o fim de uma temporada do Circuito Brasileiro Open e começo da próxima, sendo responsável por manter um calendário competitivo às duplas que não estão disputando o Campeonato Mundial neste ano. E um dos destaques da etapa em Cabo Frio é a cearense Carol Horta, que ao lado de Ângela representará o Brasil nos Jogos Pan-Americanos. A bloqueadora analisou a importância da competição.

“A disputa do Challenger será muito importante para nossa dupla, para nos dar ritmo de jogo e servir de treino aos Jogos Pan-Americanos. É importante chegar com rodagem, utilizar cada partida para nos entrosarmos mais, já que moramos em cidades diferentes. Essa disputa será importante, claro que queremos chegar lá e sair com o título, mas ter esse aprendizado será ótimo. Juliana/Josi e Andressa/Diana, por exemplo, são times novos e muito fortes, se nos cruzarmos, serão jogos bons para termos uma base para o que teremos no Pan”, disse.

Na primeira etapa da temporada, em Jaboatão (PE), no mês passado, Juliana/Josi (CE/SC) e Arthur Lanci/Adrielson (PR) ficaram com o título. Após a parada de Cabo Frio (RJ) nesta semana, o Challenger seguirá para Maringá (PR), disputado entre os dias 26 a 28 de julho, encerrando a temporada 2019 em Teresina (PI), de 16 a 18 de agosto.

A competição conta com 16 duplas na fase de grupos, divididas em quatro grupos de quatro times. As 12 equipes mais bem colocadas no ranking de entradas entram direto à fase de grupos, no sábado, enquanto as outras quatro vagas são decididas no classificatório, que ocorre na sexta-feira. Esta fase pré-torneio conta com até 24 times se enfrentando em jogos eliminatórios diretos, com os quatro vencedores finais garantindo a vaga.

Os primeiros colocados de cada grupo se classificam direto para as quartas de final, enquanto segundos e terceiros de cada chave disputam uma rodada a mais, da repescagem (round 1). Os quartos de cada grupo dão adeus ao torneio. A partir da repescagem o torneio seguem em formato eliminatório simples, com disputas de semifinais, terceiro lugar e final.

As 12 duplas já garantidas pelo ranking de entradas no naipe masculino e que começam a jogar no sábado são Arthur Lanci/Adrielson (PR), Luciano/Harley (ES/DF), Matheus Maia/Averaldo (RJ/TO), Marcus/Fernandão (RJ/ES), Arthur/Felipe Cavazin (MS/PR), Ramon/Eduardo Davi (RJ/PR), Márcio Gaudie/Hevaldo (RJ/CE), Jô/Léo Vieira (PB/DF), Miguel/Álvaro Andrade (MS/SE), Jefferson/Anderson Melo (CE/RJ), Marcos Cabral/Raul (RJ/SE) e Rafael/Renato (PB).

No naipe feminino, os 12 times já garantidos pelo ranking de entradas Juliana/Josi (CE/SC), Aline/Juliana Simões (SC/PR), Diana/Andressa (RJ/PB), Izabel/Neide (PA/AL), Carol Horta/Ângela (CE/DF), Val/Flávia (RJ), Sandressa/Vivian (AL/PA), Rafaela/India (PA), Hegê/Talita (CE), Alba/Fernanda (BA), Rita Vital/Roberta e Fabrine/Andrea (BA/AM).

Além dos campeões de cada uma das quatro etapas, existe o campeão geral da temporada, somando os pontos obtidos em cada uma das paradas. As duplas vencedoras de uma etapa nos dois gêneros somam 400 pontos e recebem um prêmio de R$ 12 mil. Ao todo, são distribuídos mais de R$ 130 mil em cada etapa aos times participantes.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro