Talita/Taiana conquista o ouro em Ribeirão Preto na despedida de 2019

Publicado em: 24/11/2019 10:59

A dupla Talita e Taiana (AL/CE) conquistou na manhã deste domingo (24.11) o título da etapa de Ribeirão Preto (SP) do Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia da temporada 2019/2020. O ouro veio após vitória por 2 sets a 0 (21/12, 21/18) sobre as medalhistas pan-americanas de 2019, Carol Horta/Ângela (CE/DF) na arena montada no estacionamento do Ribeirão Shopping, com arquibancadas lotadas no último evento do calendário nacional neste ano. O bronze da etapa ficou com Tainá/Victoria (SE/MS).

A próxima etapa do Circuito Brasileiro, após as pausas de final de ano, ocorre em João Pessoa (PB), de 22 a 26 de janeiro, na Praia de Cabo Branco. Será a quarta de sete etapas que compões a temporada 2019/2020, sempre passando por cidades diferentes, e sempre com entrada gratuita e transmissão ao vivo de todas as partidas.

ASSISTA ENTREVISTAS COM OS CAMPEÕES EM RIBEIRÃO

O título de Talita e Taiana chega exatamente no dia em que a dupla completa um ano da retomada da parceria. Elas já haviam jogado juntas entre 2013 e 2014, e após jogarem com outras parceiras, se reuniram novamente no final de 2018 meses após Talita ter tido o primeiro filho, Renato. Talita elogiou as adversárias e destacou a emoção pela conquista após um ano de superação e muitos aprendizados.

"Estou mais feliz hoje, do que quando ganhei minha primeira etapa na carreira. Fico feliz pelo ano que tive com a Taiana, estávamos batendo na trave no Circuito Brasileiro e merecíamos. Estar com meu filho no lugar mais alto do pódio será uma emoção única. Carol e Ângela talvez sejam a dupla que mais enfrentamos no tour, sabíamos que elas não desistem nunca, precisamos de muita paciência. Conseguimos manter o nosso foco, principalmente no sistema defensivo. Taiana foi gigante no jogo de hoje, defendeu tudo", analisou Talita.

A campanha de Talita e Taiana na etapa de Ribeirão Preto (SP) contou com seis vitórias em seis jogos e somente um set perdido.  Este é o quarto ouro do time em etapas nacionais, contando o primeiro período do time, em 2013. Taiana também destacou a superação, já que uma semana atrás sofreu lesão muscular no ombro em torneio do Circuito Mundial. Ela realizou um tratamento intensivo para ter condições de competir na etapa.

"Tive uma lesão no último evento que estivemos, em Chetumal (México). Mas nos concentramos muito nessa última etapa, coroou bem este ano de aprendizados. Quando retomamos o time, Talita estava se readaptando a jogar depois da gravidez, tivemos paciência. A partir do meio do ano, conseguimos ter um time mais competitivo. Chegamos em algumas decisões e queríamos muito este ouro. Vamos aproveitar o momento. No primeiro set da final, nosso ataque funcionou bem, no segundo set elas vieram melhores, nos concentramos e conseguimos corrigir alguns detalhes e virar o placar”, disse Taiana.

A medalha de bronze em Ribeirão Preto ficou com Tainá e Victoria (SE/MS), que superaram Aline Lebioda e Juliana Simões (SC/PR) por 2 sets a 0 (21/16, 21/14) na disputa valendo um lugar no pódio. Durante o final da partida, Victoria sentiu mal-estar e precisou receber atendimento médico, mas não desistiu do jogo, se recuperou e assegurou a medalha.

“Acredito que senti um pouco de hipoglicemia, mas fui rapidamente atendida, me recuperei e deu tudo certo. Conseguimos ter calma e conquistar o terceiro lugar. Estamos muito felizes, pois somos uma dupla jovem, mas estamos alcançando regularidade, sempre estamos ‘beliscando’ uma semifinal. Subir ao pódio é sempre bom. Ainda mais na última etapa do ano", declarou a sul-mato-grossense treinada por Cida Lisboa.

O Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia é composto por sete etapas, em sete estados diferentes. A estreia do tour aconteceu em Vila Velha (ES), em setembro, com ouro para Ágatha/Duda (PR/SE) e André Stein/George (ES/PB). Em Cuiabá, no mês passado, os títulos ficaram com Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) e Alison/Álvaro Filho (ES/PB).

Além das duplas campeãs de cada etapa, também existem os campeões gerais da temporada, somando a pontuação obtida nos sete eventos. Cada etapa do Circuito Brasileiro distribui R$ 46 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são distribuídos mais de R$ 500 mil por etapa.

Ribeirão Preto (SP) anteriormente havia recebido duas etapas do Circuito Brasileiro. A primeira, em 1995, teve como vencedores Zé Marco/Emanuel (PB/PR) e Karina/Renata (RJ). Depois, em 2004, Ricardo/Emanuel (BA/PR) e Sandra/Ana Paula (RJ/MG) foram as vencedoras.  A cidade também recebeu uma etapa de outro torneio, o Circuito Challenger, em 2014, com títulos para Duda/Carolina Horta (SE/CE) e Lipe/Beto Pitta (CE/RJ).

VEJA A GALERIA DE FOTOS DO DIA
https://2018.cbv.com.br/galeria/2245/ribeirao-preto-sp---24.11.2019---finais-circuito-brasileiro-open

VEJA OS RESULTADOS DO DIA
http://www.aplicativoscbv.com.br/circuitobb/tabopen/tabelatodas.asp?site=48&sexo=F

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro