Ana Patrícia/Rebecca enfrenta Talita/Carol Solberg pelo título em Aracaju (SE)

Publicado em: 07/03/2020 20:57

De Aracaju (SE) – 07.03.2020

A torcida sergipana mostrou que é mesmo apaixonada pelo vôlei de praia e lotou as arquibancadas na arena da Praia de Atalaia, em mais um dia de disputa da etapa de Aracaju (SE) do Circuito Brasileiro. Ao fim da jornada deste sábado (07.03) Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) e Talita/Carol Solberg (AL/RJ) foram as duplas que garantiram vaga na grande decisão. Será a segunda vez que os dois times se enfrentam em uma decisão. A vantagem está do lado de Ana e Rebecca, que venceram em João Pessoa (PB), em janeiro.

A final do torneio feminino desta etapa, que é a sexta parada do Circuito Brasileiro 2019/2020, acontece na manhã deste domingo (08.03), às 11h45, com transmissão exclusiva no canal SporTV 3. O duelo pelo bronze, entre Carol Horta/Bárbara Seixas (CE/RJ) e Ágatha/Duda (PR/SE) será às 9h30, transmitido pelo site voleidepraiatv.cbv.com.br e pelo Facebook da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV).

Para chegarem à final, as duas duplas precisaram passar pelas oitavas e quartas de final no período da manhã, além da disputa das semifinais na parte da noite. 

Quem garantiu primeiro um lugar na disputa pelo título na capital sergipana foi Ana Patrícia e a parceira Rebecca, que vão representar o Brasil em Tóquio. Elas superaram Carol Horta/Barbara Seixas (CE/RJ) por 2 sets a 0 (21/12, 25/23). A parceria, que está junta desde 2017, fará uma final em Aracaju pela segunda vez. Em 2018, elas venceram Fernanda Berti e Bárbara Seixas (RJ). Na partida que valeu a vaga na decisão, Ana Patrícia fez valer sua altura (1,94m) e se destacou no bloqueio, conseguindo pontos importantes para fechar o segundo set.

“Entramos em quadra esperando um jogo bem difícil, e o segundo set ilustrou bem isso. O primeiro set foi atípico, sabíamos que Carol e Bárbara apresentariam um jogo muito técnico. Conseguimos imprimir bem nosso ritmo de jogo, Rebecca defendeu bastante, meu bloqueio encaixou, conseguimos confirmar os contra-ataques. Estamos muito felizes em conseguir mais uma final aqui em Aracaju, é muito bom sair de quadra com a sensação de termos feito o nosso papel”, comentou Ana Patrícia.

Na partida seguinte, em um duelo bastante acirrado, Talita e Carol Solberg (AL/RJ) venceram Ágatha e Duda (PR/SE) por 2 sets a 1 (21/17, 15/21 e 17/15). A dupla, que está junta desde o final de dezembro de 2019, já faz a segunda decisão de etapa do torneio nacional. Talita falou com carinho da capital sergipana, onde foi campeã em 2017, com Larissa (PA), e destacou a força mental como chave no resultado positivo.

"Aracaju é um lugar muito especial, a torcida lotou a arena, torceram muito pela Duda, mas sempre nos respeitando demais. Foi assim em 2017, quando fiz uma final junto de Larissa contra elas, e agora novamente se repete. Sabíamos que a gente teria que se concentrar demais no nosso lado, na nossa parte. Tivemos muita força mental, suportamos a pressão. Mas nossa caminhada só está começando, Carol e eu somos a dupla mais nova, mais recente. Sabemos que vamos dar um passo de cada vez, fico feliz pelo resultado de hoje", disse Talita.

Carol Solberg comemorou bastante a segunda disputa de ouro da dupla. Para a atleta, a união do time tem sido um fator determinante, ainda mais enquanto o entrosamento ainda está sendo construído a cada treinamento, partida e torneio.

"Acredito que a união foi um fator fundamental. Passamos por momentos muito difíceis nesse jogo, Ágatha e Duda atuaram muito bem e tiveram o match point. Mas uma confiou muito na outra, nos apoiamos para que a gente saísse daquela situação de desconforto. Essa energia e cumplicidade que estamos construindo é algo muitas vezes mais importante que um ajuste de posicionamento ou tático. Queremos continuar crescendo e evoluindo", disse Carol Solberg.

A abertura da temporada 19/20 aconteceu em Vila Velha (ES), em setembro, com ouro para Ágatha/Duda (PR/SE) e André Stein/George (ES/PB). Em Cuiabá, no mês de outubro, os títulos ficaram com Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) e Alison/Álvaro Filho (ES/PB).

Ribeirão Preto (SP) sediou a etapa de novembro, com ouro para Talita/Taiana (AL/CE) e Evandro/Bruno Schmidt (RJ/DF). A parada de João Pessoa (PB), em janeiro, contou com títulos para Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) e André Stein/George (ES/PB). No evento seguinte, em fevereiro, Bruno Schmidt/Evandro (DF/RJ) e Ágatha/Duda (PR/SE) subiram no lugar mais alto do pódio em Maceió (AL).

Além das duplas campeãs de cada etapa, também existem os campeões gerais da temporada, somando a pontuação obtida nos sete eventos. Cada etapa do Circuito Brasileiro distribui R$ 46 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são distribuídos mais de R$ 500 mil por etapa.

CONFIRA A GALERIA DO DIA
http://voleidepraia.cbv.com.br/galeria/2272/aracaju-se---circuito-brasileiro---semifinal-feminina---07.03.2020

CONFIRA TODO OS RESULTADOS DO DIA
http://www.aplicativoscbv.com.br/circuitobb/tabopen/tabelatodas.asp?site=51&sexo=F

Disputa de Ouro
Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) x Talita/Carol Solberg (AL/RJ) – 11h45 – SPORTV 3

Disputa de Bronze
Carol Horta/Bárbara Seixas (CE/RJ) x Ágatha/Duda (PR/SE) – 9h30 – VoleidePraiaTV e Facebook

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro