Etapa em Aracaju promove ações sociais com grande participação do público

Publicado em: 08/03/2020 11:03

A passagem do Circuito Brasileiro de vôlei de praia por Aracaju (SE) deixou uma marca muito além do esporte. Assim como aconteceu nas duas etapas anteriores, em João Pessoa (PB) e Maceió (AL), a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) aproveitou o evento na cidade e promoveu ações sociais, desta vez com o apoio da Federação Sergipana de Volley-ball.

Entre as ações promovidas estavam a arrecadação de alimentos para instituições locais, cadastramento para o banco de dados de doadores voluntários de medula óssea, escolinha de voleibol para crianças da rede pública de ensino, e orientação sobre abuso e exploração sexual de menores.

Durante todos os dias de evento a entrada na arena montada na Praia da Atalaia arrecadou doações de alimentos não perecíveis por parte dos torcedores que lotaram as arquibancadas. Ao final da etapa mais de uma tonelada foi recolhida e será doada para a APAE Sergipana, que atende mais de 400 crianças em 67 município no estado. O presidente da Federação Sergipana de Volley-ball, Gualter Resende, destacou a importância de usar o esporte em causas solidárias.

“Eu fico muito feliz em poder ajudar. E a APAE sergipana é uma instituição que estava em busca de apoio e nós aproveitamos esta oportunidade. O povo sergipano abraçou a iniciativa e participou em peso. Deram uma resposta muito boa para a nossa ação. Foi muito importante fazermos esta divulgação na etapa, que é o que podemos fazer para colaborar com a sociedade”, disse Gualter Resende.

Uma das primeiras na fila antes da final da etapa, na manhã deste domingo (08.03), a funcionária pública Lígia Gregório também colaborou na campanha.

“Ficamos sabendo pela internet sobre a doação. É bem legal unir o poder do esporte a uma causa nobre, e nós, pessoas físicas, muitas vezes queremos ajudar, mas não sabemos bem como. Por isso é tão importante eventos deste porte se engajarem em ações deste tipo”, contou.

Outra ação que já acontece desde a primeira etapa realizada em 2020 é a de conscientização sobre a doação de medula óssea e cadastro para o banco de dados de doadores voluntários. Funcionários do Hemose estiveram na arena conversando com os torcedores e foram realizados mais de 70 novos cadastros ao longo dos três dias do fim de semana.

A Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania de Aracaju esteve presente na etapa para divulgar a campanha local contra o abuso e a exploração sexual de menores. Os agentes distribuíram panfletos e divulgaram os números telefônicos para denúncias.  Simone Passos, secretária municipal da pasta, explicou o trabalho feito.

“O nosso foco aqui tem sido a sensibilização a respeito da exploração de menores. Este é um trabalho constante da secretaria em todos os espaços públicos e eventos realizados na região. Aproveitamos a oportunidade desta ocasião, por ser na praia e atrair muitos turistas. Tivemos aqui equipe divulgando informações, e conscientizando as pessoas. Agradecemos muito à CBV por esta parceria Estamos muito felizes por termos participado”, disse a seretária.

Completando a lista de atividades, a já tradicional clínica de vôlei de praia, realizada em todas as etapas do Circuito Brasileiro, reuniu, na sexta-feira (06.03), 90 crianças entre 7 e 14 anos da rede pública de ensino. Elas puderam aprender os fundamentos da modalidade e vivenciar por um dia o esporte de alto rendimento, acompanhando partidas de atletas de nível internacional.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro