Base para o título de André/George, CT Cangaço mantém rotina de conquistas

Publicado em: 10/03/2020 14:50

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 10.03.2020

A conquista de André Stein e George (ES/PB) do Circuito Brasileiro de vôlei de praia 2019/2020 de maneira antecipada, no último final de semana, confirmou o ótimo trabalho desenvolvido no CT Cangaço. O centro de treinamento paraibano onde a dupla realiza diariamente suas atividades, na Praia de Cabo Branco, venceu três das últimas quatro temporadas no tour nacional e vem contribuindo para a renovação da modalidade.

André e George garantiram o título geral – que soma os pontos das sete etapas da temporada – com uma rodada de antecedência. Para isso, somaram cinco medalhas em seis eventos. Ouro em Vila Velha (ES) e João Pessoa (PB), prata em Cuiabá (MT) e bronze em Maceió (AL) e Aracaju (SE). Eles não podem mais ser alcançados por Ricardo e Vitor (BA/PB).

George comentou a conquista de seu primeiro título brasileiro, aos 23 anos, e destacou a importância do centro e de seus parceiros de treinamento, que serviram de inspiração.

“Eu sempre treinei a minha vida toda no CT Cangaço, em João Pessoa (PB). Acompanhei de perto o Álvaro Filho, o Vítor Felipe, o Ricardo, são caras que ganharam tudo, vi vários serem campeões brasileiros. E isso me dava mais vontade ainda de treinar, de querer ser um deles. Agradeço ao Ernesto (Vogado) que me treinou para ser o melhor, e ao André, que sempre me puxou. Eles me incentivam, tiram o máximo de mim, não deixam que eu caia em uma situação de conforto. É muito difícil ser atleta, o início é muito complicado, ter que bancar os custos, ficar longe, a família é um suporte fundamental, sou muito agradecido aos meus pais e familiares pelo apoio que me deram e me dão”, declarou.

O CT Cangaço venceu em 2016/2017 com Álvaro Filho/Saymon (PB/MS), em 2018/2019 com Álvaro Filho/Ricardo (PB/BA) e agora novamente com André/George. Apenas o título de Evandro/André (RJ/ES), na temporada 2017/2018, quebrou a série dos paraibanos.

Baseado em um sistema multidisciplinar, o centro de treinamento possui mais de 15 profissionais responsáveis por todas as áreas relacionadas ao esporte de alto rendimento (veja todos abaixo). Para o técnico da dupla e coordenador do CT, Ernesto Vogado, o modelo permite que os atletas possam se preparar melhor para os desafios.

“Ficamos felizes, pois eles estavam disputando o título com Ricardo e Vitor Felipe, que também treinam conosco. Temos muita alegria pela confiança que os atletas depositam no trabalho do CT Cangaço. São vários profissionais, uma comissão capacitada. A CBV nos ensinou esse caminho, de ter uma equipe multidisciplinar com atenção a todas as áreas, ter profissionais capacitados em tudo que envolve um time campeão. Aprendemos e estamos colocando isso em prática, tentando aprimorar cada vez mais”, disse Ernesto, que completou.

“O objetivo do título geral tinha sido traçado desde o começo da temporada, focamos nesta conquista, pois são dois meninos com um nível técnico muito alto. Não dá para cobrar menos do que ser campeão da temporada, tem que pensar alto. São jovens que já representam muito bem o Brasil em competições internacionais”.

Se George venceu o tour nacional pela primeira vez, André Stein chega ao bicampeonato com apenas 25 anos. O primeiro tinha sido na temporada 17/18, ao lado de Evandro. O capixaba comentou o segredo para conquistar a temporada 19/20.

“Se não tiver regularidade, é impossível ser campeão brasileiro. É o circuito nacional mais forte do mundo, então ir bem em uma ou duas etapas não é suficiente. Durante a temporada, esquecemos o ranking geral, pensamos sempre em sermos campeões de cada etapa, jogo a jogo, mês a mês. E quando não conseguimos ir à final, lutamos muito pelo pódio. A vontade de querer ir bem a cada etapa, lidando bem com a responsabilidade, nos permitiu ficar com o título geral de maneira antecipada”, declarou André.

O próximo compromisso do CT Cangaço será na etapa de Lima (Peru) do Circuito Sul-Americano de vôlei de praia 2020, de 13 a 15 deste mês, justamente com André/George (ES/PB). Além disso, no mês de março também ocorre a disputa da etapa quatro estrelas do México, pelo Circuito Mundial, entre os dias 24 e 29.

CT CANGAÇO
Ernesto Vogado - Head Coach
Gilmário Ricarte (Cajá) - Técnico
Ricardo Hugo - Técnico 
Maksuel Santos - Técnico 
Luiz Gustavo - Aux. Técnico 
Osmair Santos - Aux. Técnico 
Riceler Waske - Prep. Físico
John Santos - Prep. Físico
Samuel Santos - Aux. técnico 
Bruno Torres - Fisiologista 
 Shimena Crisanto - Psicologa
Paulo Castelar - Psicólogo 
Juliana Larissa - Fisioterapia 
Nelson Justino- Nutricionista 
Diogo Vilar - Médico do Esporte

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro