Duplas olímpicas revelam expectativa para estreia na competição

Publicado em: 14/09/2020 13:48

 Do Rio de Janeiro (RJ) – 11.09.2020

A temporada 2020/2021 do Circuito Brasileiro Open de Vôlei de Praia começa nesta semana, após mais de seis meses de paralisação nas competições por conta da pandemia da COVID-19. E os dois times do país classificados para os Jogos em Tóquio - Ágatha/Duda (PR/SE) e Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE), estão confirmadas e não escondem a expectativa para entrar em ação no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ), onde o torneio acontece.

Os jogos começam na quinta-feira (17.09), com o torneio qualifying (classificatório), mas as duas duplas olímpicas entram na fase de grupos, a partir de sexta-feira (18.09), pela posição no ranking de entradas. Além de voltar a competir de maneira oficial, os times apontam a volta do tour como fundamental visando a preparação para Tóquio.

“As medidas de seguranças estão sendo tomadas e é importante voltarmos a competir. Muito do que realizamos nos treinamentos é colocado em teste nos jogos. Além disso, o nível do Circuito Brasileiro é muito alto e vai nos ajudar nessa preparação. Estamos sempre pensando um passo de cada vez e felizes em poder voltar a fazer o que amamos”, disse Ana Patrícia.

Ana Patrícia e Rebecca são as atuais campeãs brasileiras e chegam para o torneio no CDV como cabeça de chave número 1. A temporada 19/20 foi encerrada faltando uma etapa, mas a parceria comandada pelo técnico Reis Castro tinha grande vantagem de pontos e precisava somente entrar em quadra no último evento para garantir matematicamente a conquista, e com isso foi declarada campeã.

Ágatha e Duda também celebraram o retorno. A dupla disputou neste último final de semana o torneio King of the Court, na Holanda, em formato exibição, com regras diferentes. Ágatha comentou o retorno do Circuito e as adaptações para garantir a segurança de todos.

“Amamos jogar com arena lotada, mas sabemos que isso não é possível e que este formato é o ideal para a fase que vivemos. Estamos felizes em poder voltar nesse esquema interno em Saquarema. A preparação para Tóquio será justamente o caminho que vamos percorrer, os torneios que vamos jogar até lá para nos prepararmos. E ter competições já no nosso calendário é muito bom”, declarou a medalhista olímpica.

As chaves de Ágatha/Duda e Ana Patrícia/Rebecca serão conhecidas na quinta-feira, após o qualifying. Além delas, outros 10 times já estão garantidos pelo ranking de entradas e wild card (convite). São eles Talita/Carolina Solberg (AL/RJ), Victoria/Tainá (MS/SE), Bárbara Seixas/Carol Horta (RJ/CE), Juliana/Josi (CE/SC), Hegê/Ângela (CE/DF), Val/Aline Lebioda (RJ/SC), Andressa/Vitoria (PB/RJ), Andrezza/Neide (AM/AL), Elize Maia/Thâmela (ES) e Taiana/Paula Pequeno (CE/SP).

Formato de disputa

Os 16 times (12 já garantidos e quatro que sairão da disputa do qualifying) serão divididos em quatro grupos com quatro duplas. Os primeiros colocados de cada grupo vão direto às quartas de final, enquanto segundos e terceiros disputam uma rodada eliminatória a mais, da repescagem. Quem termina na última posição de cada grupo na primeira fase está eliminado. O torneio segue em formato eliminatório direto, com quartas de final, semifinais e disputas de bronze e ouro.

Protocolo de prevenção

Todos os atletas farão um teste inicial para COVID-19 antes da competição. O resultado será enviado à CBV e, só diante disso, será confirmada sua inscrição. O atleta que testar positivo não irá competir. Um dia antes da competição, os atletas chegarão a Saquarema, responderão a um questionário, aferirão a temperatura, oximetria e farão novo teste de COVID-19.

Em caso de mais um resultado negativo, o atleta entra na disputa. A partir do momento em que entra no CDV, o atleta só sai após a eliminação ou no último dia para retorno. O protocolo será exatamente o mesmo com todos os envolvidos: comissões técnicas, arbitragem, fornecedores, colaboradores do CDV, e em todo o staff da CBV.

A segunda etapa da temporada também será realizada em Saquarema, em outubro, entre os dias 15 a 18 (feminino) e 22 a 25 (masculino). As outras três etapas da temporada 20/21 ainda terão locais definidos, mas já possuem datas. A terceira parada será de 5 a 8 de novembro (feminino) e 12 a 15 de novembro (masculino). O quarto torneio será de 2 a 6 de dezembro, e o quinto de 16 a 20 de dezembro, com possibilidade de realização dos dois naipes.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro