Ana Patríca/Rebecca e Ágatha/Duda decidem título pela terceira vez na temporada

Publicado em: 05/12/2020 21:24

A quinta etapa feminina do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia 20/21 terá uma final digna dos grandes eventos. Com dois títulos na temporada para cada lado, Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) e Ágatha/Duda (PR/SE) se enfrentarão na final do torneio que encerra o ano. Neste sábado (05.12), as duas duplas que representarão o Brasil em Tóquio venceram todos os jogos que disputaram no torneio que acontece no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ). Esta será a terceira vez em cinco etapas que as equipes se encontram na final.

A disputa pelo título da quinta etapa acontece na manhã deste domingo (06.12), por volta das 11h (de Brasília), com transmissão exclusiva do canal SporTV 2. Antes, às 10h, Elize Maia/Thâmela (ES) e Talita/Carol Solberg (AL/RJ), superadas nas semifinais, se enfrentam valendo a medalha de bronze, em partida que também será televisionada pelo canal campeão.

Mesmo sem contar com público presente em razão dos protocolos de segurança sanitária, as partidas não ficaram sem torcida. Alguns fãs do vôlei de praia tiveram a oportunidade de acompanhar os duelos por meio da “Arquibancasa”. Acessando um convite virtual, os fãs interagiram com o animador e participaram de ações nos intervalos das partidas. O sistema foi exibido em telões na quadra central e trouxe animação e cores para dentro da competição.

Os torcedores também puderam eleger as melhores jogadoras em quadra de cada partida das semifinais por meio de votação no site e aplicativo da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). Rebecca e Ágatha foram as eleitas nos respectivos confrontos das semifinais. A disputa de bronze e ouro também contará com a votação.

A primeira semifinal do dia teve a vitória de Ana Patrícia e Rebecca (MG/CE) sobre Elize Maia/Thâmela (ES) por 2 sets a 0 (21/18 e 21/10). O resultado positivo colocou a dupla, que é a atual campeã brasileira, na terceira final em cinco etapas na temporada. E a façanha foi celebrada por Rebecca.

“Na etapa passada ficamos em terceiro, mas comemoramos como se fosse o ouro, pois foi um torneio muito difícil para nós. A Ana Patrícia ficou de fora de parte dos treinos para se recuperar da torsão, então precisamos nos concentrar mais a cada jogo. Chegamos em todas as semifinais até agora na temporada, e estar na quarta final é uma forma muito boa de encerrar esse ano”, disse Rebecca.

No segundo jogo da noite Ágatha e Duda (PR/SE) repetiram o duelo da decisão da quarta etapa, e enfrentaram Talita e Carol Solberg (AL/RJ).  As atuais líderes do ranking nacional conseguiram nova vitória por 2 sets a 0 - desta vez com parciais de 21/9 e 21/18 – e alcançaram a quinta final consecutiva na temporada. A bloqueadora Ágatha exaltou o objetivo alcançado.

“Este tem sido um torneio especial e desafiador, especialmente para a mente. Apesar de termos ficado o período de isolamento sem jogar, nossa cabeça não parou, vivemos o adiamento das Olimpíadas, tem um fator psicológico nisso. Além disso colocamos o objetivo de chegar na final em todos os torneios que disputaríamos no ano após a retomada, e conseguimos alcançar. Esperamos mais um jogo muito equilibrado e emocionante contra a Ana e a Rebecca que devem estar muito animadas para mais uma final também”, contou a paranaense.

Cada etapa do Circuito Brasileiro distribui R$ 47 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são distribuídos aproximadamente de R$ 538 mil por etapa.

Após a disputa do torneio feminino nesta semana, o torneio masculino será disputado na sequência, entre os dias 10 e 13 de dezembro. As etapas foram divididas em semanas diferentes para reduzir a circulação de pessoas dentro do Centro de Desenvolvimento de

TABELA DE JOGOS

GALERIA DE FOTOS

CONFRONTOS

BRONZE – Elize Maia/Thâmela (ES) x Talita/Carol Solberg (AL/RJ) – 10h no SporTV 2

FINAL – Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) x Ágatha/Duda (PR/SE) – Na sequência no SporTV 2

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro